Cinemark Downtown

Final de semana chegando e ir ao cinema é sempre uma boa pedida! Hum, que tal o Cinemark Downtown?

Balcão do caixa e bebedouros adaptadosAo chegar ao shopping, percebi que existem vagas reservadas em diversas áreas do estacionamento, tanto no térreo, como no subsolo. Se você resolver estacionar no térreo, irá andar um pouco mais até encontrar o bloco dos cinemas, que fica bem no centro do Downtown. Sem problemas, pois há rampas e as calçadas são boas até lá! Se quiser andar um pouquinho menos ou estiver chovendo, o melhor é parar no subsolo, em alguma vaga próxima aos elevadores de acesso que levam até o térreo. No bloco dos cinemas é necessário pegar outro elevador, que leva do térreo até a entrada do cinema, no segundo andar. Fiquei me peBalcão do caixa e bebedouros adaptadosrguntando o porquê desses elevadores não chegarem até o subsolo, facilitando muito o acesso.

O lobby de entrada me deixou impressionada! Percebi que a bonita reforma executada pela rede Cinemark teve a intenção de tornar o local acessível a usuários de cadeira de rodas. Os balcões de atendimento para compra de ingressos e do bar, bem como os bebedouros, foram rebaixados à altura adequada, dando livre acesso aos cadeirantes, que não enfrentarão obstáculos. Além disso, os banheiros possuem uma cabine totalmente adaptada e de fácil acesso.

Fiquei curiosa para ver as adaptações da parte de dentro das salas de cinema… Surpresa! Quando entrei, o que encontrei foi uma decepção. Uma pena ver que a reforma só atingiu o lado de fora das salas e os interiores continuam com locais “acessíveis” apenas nas duas primeiras fileiras. Sabem aquelas poltronas em que ninguém quer sentar, porque fica de cara para o telão? Sim, são essas e apenas essas as que os cadeirantes têm acesso. Já tentaram assistir algum filme de lá? É quase impossível ter uma compreensão das imagens que passam na tela!

Assento reservado para cadeirantes - primeira fila do cinemaImagine, você vai ao cinema com os amigos e, chegandoPoltronas acessíveis para cadeirantes lá, compra seu ingresso e sua pipoca sem obstáculos, bebe água e vai ao banheiro também sem problemas, e fica feliz da vida pois pensa que foi tudo adaptado. Só que, na hora H, dentro da sala de projeção, você percebe que só tem a opção de ficar lá embaixo, na primeira fileira, enquanto seus amigos querem ir lá pra cima, pra ter uma visibilidade melhor. E você, o que faz nesse momento? Seus amigos precisam resolver se vão deixar você lá embaixo encostado no paredão sozinho ou se vão ficar com você nas duas primeiras fileiras, sem ver nada direito. Que situação!

Apreciamos a iniciativa que a rede Cinemark teve de tornar o local acessível, mas como vamos ao cinema para ver filmes, e os únicos locais acessíveis são péssimos, classificamos o local como ruim.

Facebook Comments

13 comentários em “Cinemark Downtown

  • sexta-feira, 23 de novembro de 2007 em 10:49
    Permalink

    Eu já tive essa experiência exatamente nesse cinema. É impossível ver o filme, eu tive que praticamente deitar na cadeira e mesmo assim tinha que ficar virando a cabeça para um lado e para o outro da tela. É um desrespeito do Cinemark colocar lugares ali para qualquer um.

    novembro 23rd, 2007 - 10:49
    Mão na Roda respondeu:

    Olá Bento! Seja bem vindo!Realmente temos que ficar virando a cabeça de um lado para o outro para conseguir ler a legenda! Esses lugares não são acessíveis para ninguém! Obrigado, um abraço, Gabriella

    Resposta
  • sexta-feira, 23 de novembro de 2007 em 11:02
    Permalink

    Lamentável realmente o Cinemark não ter pensado no mais importante: a adaptação da sala! Só não me surpreendi com o post porque já passei por essa péssima experiência em outro cinema da rede Cinemark – o Cinemark Botafogo. Se derem uma chegada por lá, verão que o esquema é o mesmo do Downtown. Ocuparam-se da adaptação do lado de fora (fizeram, inclusive uma plataforma de acesso ao lado das escadas para chegada ao lobby), mas nem sequer pensaram que o portador de deficiência, como qualquer outra pessoa, deseja escolher o seu próprio lugar na sala!!! Por essa razão, deixei de frequentar o Cinemark e faço questão de priorizar os cinemas plenamente acessíveis!
    O post é um ótimo alerta a quem pretendia se aventurar por aquelas bandas…

    novembro 23rd, 2007 - 11:02
    Mão na Roda respondeu:

    Olá Joana,Obrigado pelo comentário sobre o Cinemark Botafogo, o que completa o nosso levantamento!Novas sugestões e depoimentos são sempre muito bem vindos! Um abraço, Gabriella

    Resposta
  • sexta-feira, 23 de novembro de 2007 em 12:28
    Permalink

    Também nunca vou a rede cinemark por conta disso. É impossível assistir ao filme! Eles tem que levar um cadeirante sempre que forem pensar em adaptações, ou um arquiteto bastante experiente no assunto. Ou correm o risco de fazer essas adaptações pela metade, como a Bianca já ressaltou.
    Outra coisa: quando vou ao cinema, sempre prefiro passar para as cadeiras comuns. É mais confortável e fico no mesmo nível da pessoa que vai comigo.
    Beijos!

    novembro 23rd, 2007 - 12:28
    Mão na Roda respondeu:

    Olá!Passar para a poltrona é uma boa opção também!As adaptações feitas no lobby certamente foram feitas por alguém experiente, mas a reforma não chegou na parte interna. Onde será que foi o filtro, que travou essa parte? Será que eles não estavam tão dispostos financeiramente a encarar uma reforma na parte interna ou acharam que já era eficiente do jeito que tava? Volte sempre! Um abraço, Gabriella

    Resposta
  • sexta-feira, 23 de novembro de 2007 em 12:36
    Permalink

    Mais uma vez preciso escrever um comentário sobre isso. O que acontece no Cinemark e em outros cinemas parece até um castigo para o cadeirante. Porque ficar com a cara colada na tela daquele jeito é um castigo!!! Aqueles lugares mais na frente são os mais rejeitados por todos, são a última opção sempre. O pior é quando vc entra e o cinema está vazio, mas há a obrigação de sentar naquele lugar por causa da acessibilidade. O que fazer? Sei que fazer um elevador dentro da sala é complicado, talvez uma rampa… Fico em dúvida pq sei q a arquiterura interna é muito restrita. Mas este castigo de ver os filmes sempre coladinho na tela é muitoooo ruim! Quando o cadeirante vai com namorado (a) a situação fica mais light, quando falamos da sentar aocmpanhado neste lugar. Mas numa turma, realmente, é mais que verdade o exposto texto. Uam saia justa pq vc quer ver o filme, mas tb n quer deixar a pessoa sozinha, isolada…

    novembro 23rd, 2007 - 12:36
    Mão na Roda respondeu:

    Olá Jaqueline,Escreva bastante para a gente! Também me pergunto se haveria como dar acesso as poltronas lá de cima, mas o fato é que não adianta dar acesso ao bar, bilheteria, banheiros, se as salas de cinema ficam restritas! Obrigado pelo seu comentário!Gabriella

    Resposta
  • domingo, 25 de novembro de 2007 em 21:32
    Permalink

    Concordo plenamente com tudo dito aqui. O cinema é legal mas sempre acabo indo em outro por ter que ficar na primeira fila. Mas para quem vai a cinemas na Barra, não custa lembrar que no UCI, ao contrário do Cinemark, podemos ver um filme tranquilamente, porque os locais reservados geralmente ficam no meio da sala. Sempre vou lá! Abs.

    novembro 25th, 2007 - 21:32
    Mão na Roda respondeu:

    Boa dica, Marcus! Bom saber que mais um cinema é adaptado. Vamos ver se passamos lá e fazemos uma visitinha para o nosso blog. Obrigada!Bianca

    Resposta
  • segunda-feira, 7 de janeiro de 2008 em 22:57
    Permalink

    Os novíssimos cinemas do Shopping da Gávea também padecem do mesmo problema. Foram investidos milhões de reais, segundo li nas reportagens, mas, nas 5 salas, cadeirantes só têm acesso à primeira fila. Hoje estive lá e fiquei bastante irritado. Acho que os cinemas onde o acesso dos cadeirantes é prejudicado deveriam nos cobrar metade da entrada. Não é justo eu pagar o mesmo que um andante e não poder escolher onde sentar. E eu ainda pago inteira já que não sou idoso, estudante ou professor. No Estação Vivo são 18 reais durante a semana e 20 reais nos fins de semana! Tomei uma decisão quando saí de lá hoje. De agora em diante, se não me cobrarem meia-entrada em cinemas assim, vou exigir ser carregado até a poltrona que eu escolher. E se eu estiver sozinho, como hoje, eles vão ter que colocar alguém de prontidão caso eu precise ir ao banheiro no meio da sessão. Ou vou fazer um escândalo na sala até alguém aparecer para me ajudar.

    janeiro 7th, 2008 - 22:57
    Mão na Roda respondeu:

    Oi Marco! Eu evito ao máximo ir em cinemas assim, e dou preferência aos que são bem acessíveis. Na minha opinião, um dos melhores, senão o melhor, é o Roxy de Copacabana. Em uma das salas (a sala 3) a entrada é pela frente, mas a tela fica a uma distância bem razoável. Vamos tentar mostrá-lo em breve. E obrigado por falar sobre o cinema do Shopping da Gávea (é o da Vivo?). Menos um para a minha lista! Ah, prefiro pagar inteira e ver o filme de um lugar confortável. Chega de "esmolas" 🙂 Abraços, Eduardo.

    Resposta
  • sábado, 15 de março de 2008 em 20:03
    Permalink

    Não conheci todas as 5 salas do Estação Vivo. Das 3 a que já fui, só uma é razoável. A sala 5, se não me engano, tem uma primeira fila mais afastada e só com espreguiçadeiras. Não utilizei, mas fazem sucesso. Sempre tem gente mesmo com a sala vazia. As "vagas" para cadeira de rodas ficam na segunda fila. Eu também prefiro pagar inteira e assistir de um bom lugar, mas nem sempre o filme que a gente quer ver está no cinema mais acessível. E eu assisto quase tudo que entra em cartaz! Aliás, mesmo que esteja e o lugar para deficientes seja ótimo, acho que só o fato de eu não poder escolher onde sentar deveria ser motivo suficiente para eu não pagar inteira. O Roxy talvez até seja o mais acessível cinema de rua, mas considero as 18 salas do UCI no NYCC imbatíveis nesse quesito. Um conselho: se for lá no fim de semana, principalmente se não for um dia de sol de rachar, vá na primeira sessão. Há sessões a partir das 12h e às vezes até antes! Amanhã, por exemplo, vou assistir Horton às 12h.

    Resposta

Deixe uma resposta

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *

Connect with Facebook

X

Pin It on Pinterest

X