Casas de Festa / Show

The Police – Será que estou velho?

0

Há alguns anos atrás, na última noite do Rock in Rio 3, cheguei à conclusão de que estava velho demais para encarar a confusão de mega-shows de rock. Após enfrentar chuva, lama e mal conseguir assistir ao show do Red Hot Chilli Peppers, jurei que abriria poucas exceções e o show do The Police, no Maracanã, foi uma delas.

Fui de carro, estacionei na UERJ e lá encontrei com um amigo. Fomos juntos em direção ao Maraca, procurando a entrada para o gramado, e logo chegamos a uma multidão que se espremia entre grades que levavam a uma única entrada, ridiculamente estreita. Nem a organização nem a PM souberam me dizer se existia uma entrada exclusiva para pessoas com deficiência e, depois de esperar uns 20-30 minutos sem que o tumulto diminuísse, me arrisquei  no meio da quantidade imensa de gente tentando entrar. No total, demorei cerca de uma hora para andar uns 200-300 metros, sempre cercado por gente, com muito calor e torcendo para que não acontecesse algo pior. A sensação de estar no meio de uma multidão, em uma cadeira de rodas, é um tanto quanto claustrofóbica e desesperadora.

Após encarar o curral de gente, chegamos ao gramadoquando o show dos Paralamas tinha acabado de terminar. Uma pena.

Rampa de acesso a área reservada

A organização do show não soube informar por e-mail se haveria área reservada para cadeirantes no gramado, mas lá dentro, após algumas perguntas, soubemos que sim. O gramado foi coberto por uma espécie de tapete de borracha que tornou fácil a circulação com a cadeira de rodas. Rumamos, então, para uma área cercada que também era usada pelo juizado (de menores?). Essa área tinha uma rampa na entrada e era um pouco acima do solo, mas não tanto quanto deveria. Apesar do bom espaço e localização, minha linha de visão ficou na altura da cabeça de outras pessoas, e eu “assisti” ao show como um andante baixinho assistiria. Se o tablado dessa área fosse 30-40 cm mais alto, seria perfeito! Conversando com uma simpática mulher, possivelmente uma funcionária do juizado, fiquei sabendo que no show da Ivete Sangalo o tablado era bem mais alto. Taí, nunca imaginei que um show da Ivete Sangalo poderia ter algo melhor que o do The Police…

Imagem da área reservada para pessoas com deficiência e visão do show com a perspectiva da cadeira de rodas

O show começou e deu para curtir um bocado. Estiquei-me na cadeira algumas vezes para conseguir enxergar melhor por cima das cabeças pulantes, e volta e meia tinha que pedir licença para as pessoas que insistiam em sentar no gradil da área reservada. Outra coisa que me chateou bastante, foram as falsas grávidas que invadiram o tablado, pulando o show inteiro e se vangloriando por terem enganado o pessoal que tomava conta da área reservada.

Depois que o show terminou, resolvi dar uma passada por um dos recém reformados e enormes banheiros do Maracanã. Pra minha surpresa, o símbolo universal de acesso estava na entrada, mas não encontrei nenhuma cabine adaptada lá dentro. Hã??? É isso mesmo. Não tem cabine adaptada e a rampa da entrada ainda termina em um batente que impede o cadeirante de entrar sem ajuda. E depois têm a coragem de dizer aos 4 ventos que a reforma deixou o Maraca totalmente acessível… Sei disso não…

Sinalização da entrada do banheiro mostrando o símbolo universal de acesso

Não vou fazer uma avaliação do local, até porque a responsabilidade pela organização do evento não foi de quem administra o Maracanã. A qualidade do acesso foi regular. Poderia ter sido boa, caso houvesse uma entrada especial, longe da muvuca, se a área reservada fosse mais alta e se os banheiros fossem adaptados.

No final de tudo, voltando para casa, estava feliz por ter ido ao show, apesar dos problemas. Cheguei à conclusão de que não estou tão velho quanto pensava, ufa! Ainda posso continuar abrindo algumas exceções para os mega-espetáculos.

Sobre o autor / 

Eduardo Camara

Se não está viajando, está pedalando. Muitas vezes, fazendo as duas coisas ao mesmo tempo.

Artigos relacionados

Deixe um comentário

Seu endereço de email não será publicado. Os campos obrigatórios estão indicados com *

Connect with Facebook

Publicidade

Facebook