Lojas e Shoppings

Leroy Merlin – Barra da Tijuca

8

Com uma grande diversidade de produtos para reformar sua casa e sem obstáculos para o usuário de cadeira de rodas, a loja da Leroy Merlin, situada na Barra da Tijuca, é um ótimo exemplo de acessibilidade.

A entrada principal fica no mesmo nível do estacionamento e, possui vagas reservadas próximas a ela. As áreas de circulação de todo o local são espaçosas e com piso regular. O cadeirante só precisa solicitar ajuda, caso necessite de algum produto localizado em prateleiras altas, mas para isso basta chamar um dos vendedores, que estão presentes em todos os setores do estabelecimento.

Espaço interno da loja e estacionamento

Os banheiros masculino e feminino são corretamente adaptados: barras nos lugares certos, altura do vaso correta, indicação na porta da cabine. As pias não poderiam ser melhores. Não possuindo armários ou bancadas na sua parte de baixo, permitem que o cadeirante as utilize sem nenhum problema. Dependendo do tipo de cadeira, é possível inclusive, usar a pia com balcão rebaixado, mostrada na foto abaixo. O banheiro só não é perfeito, porque faltou o símbolo de acesso do lado de fora e a lixeira, pra variar, é daquelas que se abre com o pé.

Além de todas essas facilidades, se a pessoa com deficiência ainda precisar usar um telefone público, poderá fazê-lo sem maiores contratempos. Basta dirigir-se ao telefone com altura reduzida, presente na entrada do estabelecimento.

Temos certeza de que essas atitudes simples não oneraram em nada a construção da loja. Ficamos felizes em poder dar nota máxima a este estabelecimento. Que ótimo!

Orelhões mais baixos e pias dos banheiros rebaixadas

Pontos positivos:

  • Entrada e espaço interno sem degraus
  • Boa área de circulação ampla com piso regular
  • Banheiros adaptados
  • Orelhão com altura adequada
  • Vagas reservadas próximas a entrada

Pontos negativos:
Banheiro sem identificação do símbolo de acesso

. . .

Leroy Merlin
Rio BarraRua Ayrton Senna, 2000
Barra da Tijuca
Tel: (21) 3987-7100
www.leroymerlin.com.br

Veja localização no mapa

Sobre o autor / 

Gabriella Savine

8 Comentários

  1. LuisRicardo segunda-feira, 21 de janeiro de 2008 em 22:31 -  Responder

    A Leroy Merlin situada em Del Castilho tb oferece toda a cessibilidade possivel aos usuários deficientes!!! Parece ser uma preocupação da rede que oferece realmente tudo para quem está construindo ou reformando!

    Quanto ao questionamento da vaga para deficientes: Eu acredito que a legislação deixe em aberto para locais particulares, mas para a vaga em estacionamentos publicos é necessário o uso do cartão concedido pelo DETRAN. LEmando que as vagas são para deficientes e não somente cadeirantes.

    janeiro 21st, 2008 - 22:31
    Mão na Roda respondeu:

    Oi Luis, a Leroy de Del Castilho é ótima mesmo! Só não sei se eles estão colocando cones como na da Barra. Na de Del Castilho eu já tive problemas com um cara de pau que estacionou na vaga reservada, bem na minha frente, e ainda fez piada quando reclamei. Sobre as vagas, você está certo quanto aos locais particulares! Para os públicos, é necessário ter o cartão. Eu conheço o que é emitido pela prefeitura, mas já ouvi falar desse do Detran. Vou tentar me informar melhor sobre o assunto… Abraços, Eduardo.

  2. Elaine Pinto segunda-feira, 21 de janeiro de 2008 em 16:37 -  Responder

    Mas essas lixeiras que abrem com o pé nem quem não é cadeirante usa direito, porque, na maioria das vezes, a alavanca não funciona. Acaba que, não raro, a gente tem que abrir é com a mão, mesmo.

    janeiro 21st, 2008 - 16:37
    Mão na Roda respondeu:

    É verdade Elaine, elas devia ser abolidas do mercado, pois não é nada higiênico abrir a lixeira do banheiro público com a mão! rs!Obrigado e volte sempre, Gabriella

  3. Raimundo Freitas segunda-feira, 21 de janeiro de 2008 em 18:11 -  Responder

    Na última edição da revista "Quatro Rodas" um articulista (Bob Sharp, se não me engano) afirma que a vaga destinada a cadeirantes só pode ser utilizada por veículo conduzido por cadeirante. Um veículo que transporte um cadeirante, mas conduzido por motorista não-cadeirante, não pode utilizar tal tipo de vaga.

    Isto está correto? Vocês têm algum comentário a respeito?

    janeiro 21st, 2008 - 18:11
    Mão na Roda respondeu:

    Oi Raimundo! É uma pergunta um pouco complicada de responder porque, geralmente, as leis que determinam isso são municipais. Logo, o que vale para uma cidade pode não valer para outra. No caso específico do Rio de Janeiro, mudaram a lei no ano passado e o condutor não precisa mais ser o próprio deficiente. Lembro ainda que, para estacionar nas vagas, é preciso ter um cartão especial. Não basta ter o adesivo com o símbolo internacional de acesso… Essa questão das vagas é polêmica e envolve outras coisas também. Vou tentar escrever mais sobre o assunto em breve. Abraços, Eduardo.

  4. Criss quarta-feira, 23 de janeiro de 2008 em 14:14 -  Responder

    Que bom que empresas do porte da leroy merlin estão tomando es ta atitude, de inclusão. tomara que seja um virus que se propague para outras empresas, como supermercados, empresas aéreas… quer saber? TODAS as empresas e instituições públicas tem que dar livre acesso para o deficiente físico. e não só os cadeirantes mas tb os deficientes visuais.

Deixe um comentário

Seu endereço de email não será publicado. Os campos obrigatórios estão indicados com *

Connect with Facebook

Publicidade

Facebook