Viagens e Turismo

Mão na Roda em Santiago – Parte 2

4

Cerro Santa Lucia e Lastarria

Mapa do Cerro Santa Lucia e cercaniasSantiago é uma cidade cheia de belíssimos parques e praças, um convite ao passeio. A maior parte de sua vegetação foi plantada pelo homem e o sistema de irrigação pode ser visto a cada esquina. Muitos dos seus parques ficam em morros, o que para um cadeirante pode parecer desmotivador. Mas fiquem tranqüilos, apesar de não serem completamente adaptados, o acesso aos morros que visitamos é viável.

Nosso primeiro contato com um desses locais foi no Cerro Santa Lucia. No meio da cidade, um morro abriga um dos parques mais conhecidos e agradáveis de Santiago. A entrada principal não é acessível, pois tem vários lances de degraus. Infelizmente, pois é lá que fica a fonte Terraza Neptuno – veja fotos da fonte clicando aqui e aqui ou faça um tour de 360° aqui –, uma das mais bonitas e bem cuidadas da cidade.

Escadas de acesso ao elevadorExiste também um outro acesso que pode ser feito através de um elevador panorâmico. “Opa! Você disse elevador? Isso nos anima!”. Calma… Ainda não foi desta vez. Para se chegar ao elevador, você esbarrará em escadas. Seus degraus são largos, e quem estiver com algum companheiro andante e uma boa dose de espírito de aventura, pode descer o Cerro usando elevador e enfrentar os tais degraus. Foi o que fizemos. Com um pouco de esforço e bom humor, conseguimos descê-los e colocar mais essa façanha no nosso currículo.

Caminho alternativo para subir o CerroAté aqui o leitor cadeirante deve estar pensando: “Ora bolas! Nada a se fazer nesse parque, não vou perder meu tempo por lá!”. Ledo engano. Agora vem a parte boa. Um pouco depois da entrada principal, encontra-se um caminho secundário (veja indicação no mapa). Aqui o acesso é todo de ladeiras. As subidas são um pouco íngremes e o chão de terra e as calçadas de cimento apresentam alguns desníveis. Quem não se incomodar com isso, não deve deixar de subir a pé. Uma alternativa é pegar um táxi até o primeiro grande pátio e depois descer caminhando.

Um dos mirantes do CerroDurante o percurso, muitos caminhos cercados por belíssima vegetação, praças, mirantes, monumentos e trilhas. O clima agradável, e as vias arborizadas e cheias de sombras valem a visita.

Logo no começo da subida, encontramos um centro turístico no qual tivemos uma ótima conversa com a simpática atendente, recebemos boas dicas e ganhamos nosso primeiro mapa da cidade. Segundo a moça, o Chile não é um país muito acessível, o que não nos desanimou, pois quando se compara Santiago ao Rio de Janeiro, essa a impressão vai logo embora.

Pátio central do Cerro, antigo posto avançado dos colonizadores

Quase no topo do Cerro, um grande pátio cheio de árvores, um mirante e um canhão. Era o antigo posto avançado dos colonizadores. Aqui muitos bancos e gramados convidam ao descanso depois da subida. Como em toda a cidade, nessa praça você também encontrará chilenos deitados na grama, aproveitando uma sombra ou pegando sol.

Vista da cidadeOutra opção é aproveitar a vista da cidade. Se o dia estiver claro e limpo você tem uma visão de boa parte de Santiago.

Infelizmente, para os cadeirantes, o passeio ao Cerro termina aqui. A construção Castillo Hidalgo, alguns outros caminhos e o mirante, de onde se tem uma vista panorâmica da cidade, só podem ser acessados por (muitas!) escadas. Ainda assim, o passeio vale cada minuto.

Para terminar a visita, você pode matar a fome numa rua bem próxima, conhecida por seu ar boêmio e seus bons restaurantes e cafés. Chama-se José V. Lastarria, ou apenas Lastarria para os habitantes locais (belíssima foto aqui). Com diversas opções gastronômicas, que vão desde petiscos variados a pratos elaborados, passando por deliciosos sanduiches, que podem ser servidos em mesas nas calçadas (isso significa: nada de degraus) ou dentro dos próprios locais, a tranqüila rua fica bastante cheia na hora do happy hour. Só não encontramos banheiros adaptados na região, mas sabemos que a Biblioteca Nacional, que fica bem próxima, é acessível. É bem provável que eles tenham banheiro adaptado por lá.

. . .

Mais informações e fotos:
http://es.wikipedia.org/wiki/Cerro_Santa_Luc%C3%ADa (espanhol)
http://www.misantiago.cl/pxs/entrete/pxs09.htm (espanhol)
http://en.wikipedia.org/wiki/Cerro_Santa_Luc%C3%ADa (inglês)

. . .

Veja também:
Mão na Roda em Santiago – parte 1
Mão na Roda em Santiago – parte 3
Mão na Roda em Santiago – parte 4
Mão na Roda em Santiago – parte 5
Mão na Roda em Santiago – parte 6
Mão na Roda em Santiago – parte 7

Sobre o autor / 

Bianca Marotta

Artigos relacionados

Deixe um comentário

Seu endereço de email não será publicado. Os campos obrigatórios estão indicados com *

Connect with Facebook

Publicidade

Facebook