Manoel e Juaquim – Largo do Machado

Entrada do restauranteTalvez você tenha lido o post da sexta-feira passada, a respeito da minha indecisão sobre onde comemorar meu aniversário. Pois bem, informada pelo meu namorado da existência de um banheiro adaptado no restaurante Manuel e Juaquim do Largo do Machado, acabei decidindo que seria lá que assopraria as velinhas este ano.

O restaurante já me era familiar, pois tinha ido lá algumas vezes. Gosto dos petiscos e do ambiente, mas nunca soube da preocupação que tiveram em construir uma cabine de banheiro adaptada e fiquei feliz com essa notícia.

Também não precisamos nos preocupar com o acesso ao local, pois o restaurante fica no nível da calçada. Ou seja, nada de degraus ou rampas pelo caminho. Mais um ponto pra eles!

Tínhamos reservado uma mesa e, apesar de nosso atraso de 20 minutos, ela estava lá nos esperando. O caminho até ela é que não era dos melhores. As mesas muito grudadas umas às outras fizeram com que meu namorado precisasse pedir passagem, mas foi prontamente auxiliado pelo garçom que afastou cadeiras e pediu licença a algumas pessoas. Essa parte foi chatinha, e fiquei imaginando como seria se ele precisasse ir ao banheiro mais tarde. Coisas de restaurante muito freqüentado.

A mesa na qual ficamos era bem grande, e comportava mais de dez pessoas. Debaixo dela a cadeira se encaixou sem problemas, mas sabemos que nas mesas menores algumas cadeiras podem esbarrar no pé. Apesar disso, a maioria das cadeiras entra com tranqüilidade.

Banheiro adaptado do restauranteO banheiro adaptado é unissex e fica separado dos demais. A porta dele, no estilo saloon e com molas que a fecham automaticamente, é que não ajuda muito. Mas o vão é relativamente largo (entre 70 e 80cm) e o espaço interno do banheiro é grande o suficiente para manobrar a cadeira. Além disso, as barras de apoio estão presentes.

No final das contas, consegui comemorar meu aniversário muito bem, obrigada! E com a vantagem de ter prestigiado mais um local com condições de receber cadeirantes!

Por conta do aperto entre as mesas e a porta chatinha do banheiro, nossa avaliação do local é boa, mas se tiver que dar uma nota pra comemoração do meu aniversário, com certeza ela será dez!!! 

 • • •

Pontos positivos: Pontos negativos:

• Acesso principal no nível da calçada
• Banheiro adaptado
• Mesas de comemoração são ótimas para cadeirantes

• Espaço de circulação apertado
• Porta estilo "saloon" no banheiro

Avaliação: Bom
Avaliação - Bom

• • •

Manuel e Juaquim – filial Largo do Machado
Rua Almirante Tamandaré, 77 (esq. c/ Rua do Catete) – Flamengo
Telefone: 2556-7385
http://www.manoelejuaquim.com.br/largo.html

 

4 thoughts on “Manoel e Juaquim – Largo do Machado

  • 12 de maio de 2008 em 14:39
    Permalink

    Estive duas vezes no Manuel e Juaquim do Largo do Machado. Como você bem acentuou, as mesas são demasiadamente próximas, o que permite aos vizinhos de mesas ouvirem nossa conversa. De certa forma, isso traz um certo constrangimento porque impede-nos de abordar coisas mais amenas, especialmente se estamos com namorada(o). Além disso, na última vez em que lá estive, fui agraciado pelo imenso ventilador colocado atrás da mesa com uma gripe brutal….

    Desculpe insistir, mas você é parente do pianista e vibrafonista Ugo Marotta ?

    Abraços manuelos & juaquims….

    Resposta
    • 12 de maio de 2008 em 14:39
      Permalink

      Oi Flavio, realmente esse problema de mesas próximas é ruim pra quem prefere bater um papo mais discreto. Mas acho que a proposta do lugar é um pouco essa, restaurante com cara de boteco. Eu gosto. Mas tb não curto ventiladores nas costas, não. Sobre ser parente do Ugo, sim, sou filha dele. Eu cheguei a mandar um email pra vc, respondendo a essa pergunta, mas acho que vc não o recebeu. Se quiser papear, mande um email pra maonaroda.blog@gmail.com. Abraços, Bianca

  • 13 de maio de 2008 em 11:10
    Permalink

    Opa! Esse eu conheço.
    O espaço interno é sempre o mais difícil de adaptar. É chato, mas dá pra relevar isso de ter que sair pedindo licença pra conseguir passar…
    Outro problema grande é o espaço embaixo da mesa. Uma coisa que acho que as pessoas nem imaginam na hora de adaptar o lugar, mas que faz um diferença enorme. É horrível ficar lá longe da mesa!
    Ah, e feliz aniversário atrasado!
    Beijo grande!

    Resposta
    • 13 de maio de 2008 em 11:10
      Permalink

      Pois é. Tem mesas que são ruins pra qualquer tipo de cadeira, até mesmo as sem rodas. Tem um restaurante no qual almoço regularmente onde as mesas são horríveis pra qq um. Super bonitinhas, mas nada práticas. Dá raiva do designer que cria esse tipo de móvel… Obrigada pelos parabéns! bjos, Bianca

Deixe uma resposta

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *