Novos desafios

Hora de ir pra casa. Ano novo, desafios novos. Começo a andar pela rua, olhando fixamente para o chão procurando buracos para desviar, pedaços menos inclinados… ôpa, buraco, deixa eu desviar aqui. Ai, esse lado é mais inclinado que o outro, deixa eu ir pro outro lado… Ai meus bracinhos tetras… Quem mandou comer que nem uma louca? Agora agüenta o peeeeeeeeeeso… Aff! Quanta força pra um empurrãozinho… Dietas já! Eita, me deram um esbarrão. É, sou pouco visível, a criatura nem deve ter me visto… Calma Cristiana, isso é centro da cidade, as pessoas esbarram em qualquer coisa que se mova… ou não… ai caraca, malditas pedrinhas portuguesas! Quem inventou essa nhaca? Quanta dificuldade para andar um quarteirão… Ai, tá acabando, já cheguei na banca que vende Playboys antigas… Coisas do centro. Putz, mais um pedaço de calçada inclinada, lá vou eu, toda torta, tentando andar com a cadeira em linha reta… Quem olha de fora deve achar que parei no botequim do outro lado e bebi todas… Só mais um pouquinho… Já estou chegando no estacionamento… Vou mandar um email pro prefeito pedindo pra que ele tente andar com uma cadeira de rodas no centro da cidade…

"Ô tricolor !!!", alguém me chamou? Sim ! É seu Pernambuco, meu flanelinha camarada! "Ô seu Pernambuco! Quanto tempo! Como está a vida?". Tá aí uma pessoa que merece um post. Aguardem. Mas naquele momento, fiquei muito feliz em vê-lo e aceitar uma "carona" nos últimos 50m até o estacionamento. Mesmo que não tivesse ajuda, fiquei feliz por ter conseguido andar sozinha na rua. Depois de 10 anos de lesão, ainda me vejo superando "limites". Por causa das minhas supostas "ites" (tendinite, bursite, otite, preguicite, desculpite…) nunca andava na rua sozinha, achava muito difícil. Enfim, me sinto mais independente agora. Que venha o ano novo. Feliz 2009!

4 thoughts on “Novos desafios

  • 16 de janeiro de 2009 em 21:34
    Permalink

    Poxa Cris, muito bom! Eu sempre achei que vc não circulava pela rua por alguma "ite" mesmo… 🙂 E olha que. começar a encarar o Centro com bracinhos tetras não é pra qualquer um não, hein? Gostei! Beijos, Eduardo.

    Resposta
    • 16 de janeiro de 2009 em 21:34
      Permalink

      Rsrs, cada um com suas "ites". Mas também gostei de me testar, acho que agora vou ser menos "molengona" e sair mais na rua pra fazer as coisas. Bjs, Cris.

  • 17 de janeiro de 2009 em 12:18
    Permalink

    quem inventou essa desgraça chamada pedra portuguesa???????????????

    Resposta
    • 17 de janeiro de 2009 em 12:18
      Permalink

      Bom, como diz o nome, os portugueses, mas quem trouxe a fantástica idéia pra o Brasil foi Burle Marx pelo que eu li. Bjs, Cris.

Deixe uma resposta

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *