Atrações turísticas, Viagens e Turismo

Cataratas do Iguaçu – Como é a acessibilidade

12

Continuando o assunto do post sobre as Cataratas do Iguaçu, segue aqui o roteiro completo para visitar o parque do lado brasileiro. Todas as informações sobre o parque e passeios disponíveis estão no site da Cataratas S/A, empresa privada que administra o parque. Como é muita coisa, vou comentar apenas a parte de acessibilidade.

O acesso ao Parque Nacional do Iguaçu é feito pela cidade de Foz do Iguaçu/PR, via BR-469 (também conhecida como Rodovia das Cataratas). A entrada do parque fica a aproximadamente 20 km do centro de Foz. Há uma linha de transporte coletivo que vai até o parque mas nenhum ônibus possui adaptação para cadeirantes (2/1/2012) e os ônibus são adaptados com elevador para embarque de cadeirantes. As alternativas são, além do automóvel próprio, ir de táxi ou usar os serviços de agências de turismo e hotéis da região que disponibilizam transporte em vans. Não esqueça do protetor solar e repelente de insetos.

A recepção do parque funciona no Centro de Visitantes, onde há estacionamento (com vagas reservadas) e é totalmente acessível. Após comprar o ingresso, dirija-se à entrada da exposição que dará acesso à plataforma de embarque.

Compras: não se preocupe com compras durante o passeio, o melhor é ficar com as mãos livres e deixar para comprar tudo na loja de souvenir do centro de visitantes ao final do dia. As lojas espalhadas pelo parque vendem exatamente os mesmos produtos.

Transporte: os turistas são conduzidos de ônibus pelo parque, parando em várias estações com atrações diferentes em cada uma. Esses ônibus tem dois andares. Na parte de baixo a entrada é plana, sem degraus, e fica no mesmo nível da plataforma. No interior há um espaço reservado para cadeirantes. Se necessário, os funcionários são treinados para auxiliar no embarque.

Todas as fotos desse post foram tiradas de lugares acessíveis. As estações do passeio são as seguintes:

1. Trilha do Poço Preto: é um passeio opcional com passeio de bicicleta e caminhadas na floresta. Segundo informações do parque, o caminho é bastante acidentado e não recomendado para cadeirantes.

2. Macuco Safári: passeio opcional que permite apreciar mais belezas do parque. Inclui um passeio em veículo elétrico, caminhadas na floresta, descida de barco até muito próximo de uma cachoeira. Apenas algumas partes são acessíveis, deve-se negociar com os guias de acordo com a mobilidade da pessoa.

3. Trilha das Cataratas: aqui começa o passeio de verdade. Desembarcando nessa estação, siga descendo as rampas para chegar a um mirante com uma visão panorâmica, mas cuidado: essas rampas são longas e íngremes, desça acompanhado se não tiver uma ótima habilidade com a cadeira (controle de empinada inclusive). Ao lado do mirante está o posto do Cânion Iguaçu, que oferece atividades opcionais de arvorismo, rafting e rapel. Se você gosta de esportes radicais, não perca o rafting e o rapel que podem ser feitos inclusive por cadeirantes.

Existe uma trilha interna que segue pela mata até os mirantes da próxima estação, mas esse caminho tem rampas e escadas em alguns pontos. O melhor é subir as rampas, voltar à estação Trilha das Cataratas e seguir de ônibus até o Espaço Naipi. Após a subida há outro mirante que rende belas fotos.

4. Espaço Naipi: esse é o ponto alto do passeio. Nessa estação, há um mirante com vista de todo o cânion das Cataratas. É aqui também que ficam dois elevadores panorâmicos que conduzem até a parte mais baixa, onde ficam as passarelas sobre o leito do rio no primeiro nível das quedas. Nessas passarelas você terá a melhor visão de todas as Cataratas. Não estranhe se encontrar pessoas com capa de chuva: é tanta água caindo ao seu lado que o banho será inevitável…

 

A distância entre o Espaço Naipi e o Espaço Porto Canoas é pequena e o trajeto é plano, pode-se ir tranquilamente pela calçada ao lado da rodovia. Aproveite para passear pelo gramado, seguindo os quatis (não se aproxime muito, podem ficar agressivos). A foto ao lado da estátua de Santos Dummont também é tradicional.

5. Espaço Porto Canoas: final do passeio, onde ficam a lanchonete, o café e o restaurante. Para usar o banheiro adaptado, solicite a chave na administração, que fica ao lado. Aproveite para passear no deck do restaurante e contemplar a vista do Rio Iguaçu num ponto anterior às quedas, onde a largura do seu leito ultrapassa 1 km.

Completado o passeio, é só tomar o próximo ônibus, voltar para o Centro de Visitantes, comprar os presentinhos e começar a pensar na próxima visita a esse lugar espetacular…

Ainda ficou com alguma dúvida? Escreva num comentário que a equipe do blog responderá prontamente!!!

Pontos positivos: Pontos negativos:
• Rampas em todos os locais
• Transporte acessível dentro do parque
• Banheiro adaptado
• Estacionamento fácil e com vagas reservadas
• Algumas rampas são muito íngremes


Avaliação: Bom
Avaliação do local: bom

Sobre o autor / 

Nickolas Marcon

Artigos relacionados

12 Comentários

  1. Nemach segunda-feira, 26 de janeiro de 2009 em 13:57 -  Responder

    Só para avisar que o link para a chamada a este blog na página principal está errado.

    E parabéns a direção do Parque das Cataratas pelo exemplo de cidadania ….

    janeiro 26th, 2009 - 13:57
    Mão na Roda respondeu:

    Newmach, obrigado pela atenção, o link já foi corrigido. Abraço, Nickolas.

  2. Elevadores terça-feira, 29 de março de 2011 em 21:23 -  Responder

    Muito bacana as fotos e as informações sobre o parque incluindo os pontos turísticos e dicas de visitação.

    abril 5th, 2011 - 15:01
    Nickolas Marcon respondeu:

    Nossa intenção no blog é sempre compartilhar todas as experiências com os leitores. Os comentários são o nosso termômetro para melhorar sempre. Um abraço.

  3. puuf terça-feira, 27 de dezembro de 2011 em 02:27 -  Responder

    eai pessoal eu queria se o ingresso para entrar no parque continua isento para cadeirantes ou mudou, e qual é o meio de transporte mais barato e acessivel para nois cadeirantes.aguardo seu blog é muito e informativo.

    janeiro 10th, 2012 - 11:55
    Nickolas Marcon respondeu:

    Que eu saiba, o ingresso para o parque brasileiro nunca foi isento para cadeirantes, mas há descontos para moradores de municípios vizinhos ao parque e para estudantes. Estive lá novamente há poucos dias atrás e agora há um ônibus urbano com elevador para cadeirantes que sai do centro de Foz do Iguaçu e vai direto até a recepção do parque. Os ônibus que circulam dentro do parque também são adaptados com piso baixo ou elevador. No parque do lado argentino a entrada do deficiente (lá se chama “descapacitado”) com um acompanhante é gratuita. Um abraço.

  4. Noemia quinta-feira, 29 de dezembro de 2011 em 09:49 -  Responder

    Olá!
    Quero conhecer Foz do Iguaçu com o namorido (que é cadeirante) e gostaria de dicas para hotel/pousada.
    Muito bom o post e com certeza utilizarei as dicas!
    Obrigada

    janeiro 10th, 2012 - 11:57
    Nickolas Marcon respondeu:

    Noemia, a rede hoteleira de Foz do Iguaçu é muito grande e há hotéis de todos os preços. Nunca me hospedei em nenhum deles, mas vários passaram por reformas recentemente e devem ter incorporado suítes adaptadas. Sugiro que entre em contato diretamente com o hotel para mais informações. Um abraço.

  5. Miriam sexta-feira, 14 de agosto de 2015 em 22:49 -  Responder

    Estou indo no final do mês com meu marido Gostaria de saber se ainda a entrada com um acompanhante ,do lado argentino continua sendo gratuita.
    Obrigada pelas dicas,tenho certeza que vão ser muito úteis

  6. Thais domingo, 25 de setembro de 2016 em 20:18 -  Responder

    Meu pai tem mobilidade reduzida. Gostaria de leva lo para um passeio nas cataratas. Teria um acesso com elevadores para ele chegar nas cataratas?

  7. Andrea M Hernandez segunda-feira, 31 de outubro de 2016 em 18:00 -  Responder

    Gostaria de saber se é possivel alugar ou se eles disponibilizam uma cadeira de rodas para uma pessoa idosa que não é cadeirante mas tem gde dificuldade de locomocao e mobilidade reduzida.
    Obrigada

  8. Andrea M Hernandez segunda-feira, 31 de outubro de 2016 em 18:01 -  Responder

    Gostaria de saber se é possível alugar, ou se o parque disponibilizam uma cadeira de rodas para uma pessoa idosa que não é cadeirante ,mas tem grande dificuldade de locomoção e mobilidade reduzida.
    Obrigada

Deixe um comentário

Seu endereço de email não será publicado. Os campos obrigatórios estão indicados com *

Connect with Facebook

Publicidade

Facebook