Um Segway Diferente

Acho que pelo menos alguns leitores já ouviram falar sobre o Segway, não? Para quem não sabe o que é, ou tá com preguiça de acessar o link anterior, o Segway é uma espécie de patinete motorizado super ultra turbinado que prometia ser uma revolução na maneira das pessoas caminharem. Basta subir no bichinho, inclinar o corpo na direção desejada e o patinete segue automaticamente, usando seus motores elétricos. O Segway pode não ter sido tão revolucionário quanto seus inventores achavam que seria, mas virou um brinquedo interessante de ricos. Também é usado em algumas cidades do exterior em city tours ou por policiais que fazem ronda de “patinete”, dentre outras coisas. Até aqui no Rio volta e meia vejo um amarelo circulando pela orla…

No equipamento original, anda-se em pé, como você vê no vídeo acima. Até que um belo dia, um sujeito muito criativo pegou um Segway e fez algumas adaptações para transformá-lo em uma cadeira de rodas super ultra turbinada (gostei dessa expressão). E não é que o resultado ficou bom?

O Segway original tem um mecanismo ultramoderno que faz com que seja praticamente impossível derrubá-lo (tem um idiota mundialmente famoso que já conseguiu), e como ele gira em torno do próprio eixo, precisa de pouquíssimo espaço para manobrar. Perfeito para substituir uma cadeira de rodas!

E se uma imagem vale por 1.000 palavras, acho que um vídeo vale por 1 milhão, concordam? Com vocês, o Segway-Cadeira-de-Rodas: 

Gostou? Então saiba que existem iniciativas semelhantes mundo afora (a própria Segway tem um!), mas todas – infelizmente – têm em comum o preço estratosférico (milhares e milhares de dólares). Quem sabe um dia a tecnologia barateia, ou eu ganho na Mega Sena?

Ou quem sabe os dois? 🙂

Eduardo Camara

Se não está viajando, está pedalando. Muitas vezes, fazendo as duas coisas ao mesmo tempo.

4 thoughts on “Um Segway Diferente

  • 13 de maio de 2009 em 09:46
    Permalink

    Dado, não sei se meu comment vai caber aqui, mas vamos lá…
    Há uns dois anos, sonhei que estava andando em um Segway, fiquei maluco! No sonho, eu utilizava uma ortese para fica em pé nesse patinete.
    Entrei na internet e tentei maiores informações. Existe um representante no Brasil, em Campinas.
    Expliquei o que imaginava e a moça que me atendeu me apssou um contato de um empresário de Minas, que tem um filho que nasceu paraplégico (11 anos), porém nunca usou uma cadeira. O pai desenvolveu uma ortese e o moleque vive se locomovendo com um Segway. O pai me disse que a única coisa que ele não fazia era chutar uma bola. Até me passou um video do moleque curtindo o patinete.
    Mas o pior da história, o pai me disse que tinha ido até os EUA para comprar esse aparelho e explicou onde seria usado. A empresa quase não vendeu para o mesmo, não queriam associar o produto a pessoas com necessidades especiais, é mole?
    Mas que é um puta de um negócio é!!

    Resposta
  • 14 de maio de 2009 em 02:13
    Permalink

    Desculpe a ignorancia, mas o Segway não foi inventado pela mesma pessoa que inventou a IBot? Se não me engano o principio é o mesmo.

    Resposta
    • 14 de maio de 2009 em 02:13
      Permalink

      Oi Solange! Você está certíssima e antenada! O Segway foi um produto derivado do IBot, e muita gente pensa que foi o contrário. O IBot é bem legal, né? Mas parece que nem estão fabricando mais… O preço era muito alto (20-30 mil dólares) mesmo para os padrões dos EUA. Apesar de ter várias limitações em relação ao IBot, esse Segway adaptado é mais viável pois custa muuuuito menos do que o IBot. Abraços, Eduardo.

  • 16 de maio de 2009 em 13:57
    Permalink

    Cara, que barato esse negócio. Também quero um desses! O que mata mesmo é o preço, mas quem sabe daqui uns anos… Bem que algum empolgado podia produzir isso por aqui. Vamos sonhando…

    Resposta

Deixe uma resposta

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *