25 comentários em “Vivendo a vida

    • sexta-feira, 14 de maio de 2010 em 23:26
      Permalink

      É isso aí, Eduardo… peguei essa frase no meio de uma fala da personagem porque me identifiquei muito, na verdade é tudo que eu gostaria para todo mundo.

  • sexta-feira, 14 de maio de 2010 em 23:01
    Permalink

    Sempre no calor do momento, né Edurardo!
    O último relato da novela com o maestro João Carlos Martins foi surpreendente e emocionante!

    Resposta
    • sexta-feira, 14 de maio de 2010 em 23:29
      Permalink

      Elisa, nunca fui muito fã de novela, mas essa novela teve uma mensagem muito positiva. Um abraço, Nickolas.

  • sexta-feira, 14 de maio de 2010 em 23:03
    Permalink

    tb concordo!!
    e achei o máximo o fim!!
    parabéns a todo o elenco, e o autor
    adorei 🙂

    Resposta
    • sexta-feira, 14 de maio de 2010 em 23:36
      Permalink

      Katy, a mensagem da novela foi boa, mas não deixou de ser uma novela: final feliz para todo mundo… 🙂

  • sexta-feira, 14 de maio de 2010 em 23:04
    Permalink

    Muito legal o final. foi como queria que fosse, mais a final: pra onde vai a M3 da personagem? eu quero as rodas X-core pra minha M3 hehee, abraços!

    Resposta
    • sexta-feira, 14 de maio de 2010 em 23:37
      Permalink

      Pablo, ela vai precisar ainda mais da cadeira, afinal agora depois da novela ela vai ter duas crianças para criar… 😉 Abraço.

  • sexta-feira, 14 de maio de 2010 em 23:42
    Permalink

    Como tantas pessoas pesam a mesmam coisa!

    Concordo com tudinho hehe,VIVER A VIDA vai deixar saudades.Mais do que isso… deixará um legado rsrs.

    Vamos de mãos dadas!
    Bjs

    Resposta
    • sexta-feira, 14 de maio de 2010 em 23:54
      Permalink

      Edênia, acho que um bom autor consegue transferir fatos reais para uma história, e essa novela foi feliz em muitos pontos. Abriu a discussão para uma questão importante e gerou um reconhecimento da sociedade. Sentiremos saudades dessas discussões. Um abraço.

  • sábado, 15 de maio de 2010 em 10:38
    Permalink

    Essa frase foi o que mais gostei do final da novela.
    Já tentei explicar esse sentimento para alguns familiares e amigos, mas foi em vão…
    Só quem vive e já passou pela fase do desespero pode entender isso tudo.

    Grande abraço

    Resposta
    • sábado, 15 de maio de 2010 em 19:14
      Permalink

      Evandro, acho que durante uma lesão por trauma todos passam pelas mesmas fases, inclusive a da revolta e desespero. Aguarde o próximo capítulo (n° 4) da história “Do outro lado…” que vamos tratar exatamente disso. Um abraço.

  • sábado, 15 de maio de 2010 em 11:17
    Permalink

    Com certeza,as discussões são fundamentais para a mudança!
    Com essa história varias pessoas que não faziam idéia do assunto,hoje podem pelo menos ter uma idéia.
    O mais bacana disso tudo é que todas as pessoas que fizeram parte da construção da novela,hoje e no futuro lutaram pela causa ou no minimo respeitaram.Isso já tá valendo.
    Abraço

    Resposta
    • sábado, 15 de maio de 2010 em 19:19
      Permalink

      A novela ajudou a colocar em evidência a questão do cadeirante, mas é importante que esse assunto não caia no esquecimento como outros que já foram abordados da mesma forma. Abraço.

  • sábado, 15 de maio de 2010 em 11:55
    Permalink

    Acho que a frase reflete o que a maioria sente. Muito bacana, Manoel Carlos e sua equipe estão de parabéns. E que bom que colocou a frase aqui! Bjs, Cris.

    Resposta
    • sábado, 15 de maio de 2010 em 19:21
      Permalink

      Cris, acho que poderíamos a frase na categoria “tudo que você sempre quis dizer mas não sabia como falar”… 🙂 Abraço.

  • sábado, 15 de maio de 2010 em 16:54
    Permalink

    essa foi a melhor frase dita de toda a novela
    concerteza mts pessoas se identificaram com ela 🙂

    Resposta
    • sábado, 15 de maio de 2010 em 19:41
      Permalink

      Priscilla, acho que muitas questões foram bem abordadas na trama, mas sem dúvida essa foi uma boa mensagem para reflexão de quem observa a situação de fora da cadeira. Um abraço.

  • segunda-feira, 17 de maio de 2010 em 02:39
    Permalink

    A novela encorajou muita gente e vemos pessoas que antes estavam desmotivadas e em depressão, querendo seguir o caminho trilhado pela personagem de Manoel Carlos.

    Ele, toda a equipe envolvida e a atriz Aline Moraes estão de parabens por trazer esse sentimento de vida de volta a muitas pessoas.

    Resposta
    • segunda-feira, 17 de maio de 2010 em 09:57
      Permalink

      The best, a televisão é um grande influenciador de ideias, boas ou ruins. Apesar da personagem estar distante da realidade da maioria (alto nível econômico, ex-modelo famosa etc.), o exemplo foi muito válido e encorajador porque mostrou todas as condições disponíveis. Ninguém precisa ter tudo ao mesmo tempo para ser feliz. De tudo que foi mostrado pela personagem, cabe a cada pessoa escolher e batalhar para trazer para sua vida o que considera mais importante, seja uma cadeira nova, algum equipamento doméstico ou mesmo um(a) companheiro(a). Sem dúvida, a maior lição foi a motivação para superar os desafios. Um abraço.

  • segunda-feira, 17 de maio de 2010 em 16:42
    Permalink

    Interessante… estava vendo o último post do “blog da Luciana”, onde a personagem se despede dos leitores e tive uma grata surpresa: dos 201 comentários com cumprimentos e incentivos, apenas um dizia esperar que ela “voltasse a andar”. Isso é um bom sinal de que a ideia de voltar a andar a qualquer custo já não está mais tão enraizada como no início da estória. As pessoas aceitam que, mesmo na cadeira, uma pessoa pode ser feliz.

    Resposta
  • quinta-feira, 9 de setembro de 2010 em 13:11
    Permalink

    gostei muito da cadeira vermelha q a luciana (personagem) usou na novela viver a vida Ñ é motorizada mas bem feminina. queria saber o preço dela e onde comprar.
    Pode me ajudar?

    Resposta
    • sexta-feira, 17 de setembro de 2010 em 15:17
      Permalink

      Vilma, a cadeira usada na novela durante a maior parte do tempo era um modelo M3 fabricado pela Ortobras. Procure no site do fabricante mais informações sobre preços e locais de venda. Note que a cadeira que aparecia na TV usava alguns opcionais como as rodas X-Core, que aumentam bastante o preço final.

  • quinta-feira, 23 de setembro de 2010 em 22:31
    Permalink

    Preciso de uma cadeira motorizada pra sair de casa sozinha…
    gostei daquela vermelha q a Luciana da novela tinha…moro no interior de Minas e queria saber onde posso encontra uma ou, site p/ contato

    Resposta

Deixe uma resposta

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *

Connect with Facebook

Pin It on Pinterest