Transporte, Viagens e Turismo

Circulando em Nova York

29

Nova York, pra mim é uma das cidades mais bacanas do mundo por ser extremamente diversa e com opções para todos os gostos. E foi pra lá que fui no carnaval. Apesar de saber que a cidade é bem acessível e que não teria grandes problemas, achei que seria legal alugar uma cadeira motorizada, pra poder circular mais pela cidade sem ficar muito cansada ou com os dedos duros e congelados. Eu até consegui não ficar tão cansada e andar bastante, mas o frio, este ano, estava cruel e os dedos congelaram, mesmo com luvas.

Quando cheguei no hotel, a cadeira já estava lá. O que me deu um grande alívio, pois nunca tinha alugado nada e foi tudo feito pela internet, então estava um pouco insegura. Olhei pra cadeira um tanto ressabiada, mas achei que ia ser molinho pilotar uma cadeira motorizada. Afinal, que perigos um joystick (aquela alavanca com a qual você direciona a cadeira) pode oferecer? Descobri rapidamente que são vários, rs. Primeiro, eu não sabia que a cadeira tinha níveis de velocidade, e por isso mesmo não sabia que, ao sentar na cadeira, a velocidade já estava no máximo. Então, no primeiro toquezinho no joystick corri uns 10 metros que nem uma louca. Até porque a cadeira não anda retinha facilmente, mas ai não sei se era por falta de balanceamento dela ou total falta de habilidade da condutora. Enfim, passado o primeiro susto e depois de xingar algumas vezes o tio que me alugou a cadeira e não deixou nem um manualzinho explicando como ela funcionava, lá fui eu pra rua.

O aluguel da cadeira valeu cada centavo. Andei muito pela cidade sem maiores problemas, até porque Nova York tem rampa para todos os lados. Nas poucas esquinas que não encontrei rampa, eu dava uma volta maior até encontrar uma.  Sem maiores problemas. Entrei e circulei em lojas e restaurantes. A única dificuldade foi encaixar a cadeira debaixo das mesas por causa do pedal. E as vezes me batia um medo da cadeira quebrar no meio do caminho e por isso sempre atravessava as ruas na velocidade máxima, rs.

E o transporte? Ah, foi muito tranquilo. Tinha ouvido falar em taxis adaptados e que era só ligar e pedir, como já havia falado num outro post. Eu liguei pro tal número e disseram que o taxi poderia levar de 5 minutos a 1 hora para aparecer. Depois de 1 hora ninguém apareceu, eu liguei pra reclamar. Me disseram que o taxi tinha ido, mas que por alguma razão foi embora e me pediram pra ligar mais tarde. Mandei a mulher “go and catch little coconuts” (ir catar coquinho), e como sou maior de idade e “metxida” a independente, me informei no hotel, atravessei a rua e peguei um ônibus. Querem saber? Foi a melhor coisa que fiz. Tem ônibus para a cidade inteira e são todos adaptados. Os elevadores funcionam bem e não demoram horas pra descer e subir. Ninguém reclama e os motoristas foram extremamente atenciosos. Além do que, só custa U$1,15 a viagem. Mas também tem o Metrocard (cartão do metrô/ ônibus), que você paga por uma quantidade “x”de viagens, tipo vale transporte, que é mais prático.

E assim, rodei bastante por Nova York. Motorizada e de ônibus. Não perdi nada. Sinal do quanto acessível a cidade é. Só não fui a alguns lugares, que não consegui descobrir qual ônibus pegar. Teve uma noite que usei a minha cadeira manual e peguei um taxi. Mas os taxistas por lá são que nem os daqui: torcem o nariz. Tem que dar sorte de achar um que queira pegar alguém com cadeira de rodas.

Para maiores informações sobre o Metrocard, o link para o site é: http://www.mta.info/metrocard/

 Links de locais que alugam cadeira de rodas:

http://www.bigapplemobility.com/

http://www.nyctourist.com/newyorkcity/wheelchair_scooters.htm

Sobre o autor / 

Cris Costa

Artigos relacionados

29 Comentários

  1. Jairo Marques quinta-feira, 27 de maio de 2010 em 12:18 -  Responder

    Cris, NY é mesmo um paraíso pra nós, malacabados… e tb aprovei o transporte público! Sensacional.. ano que vem, quero ir pras “California”, que, pelo que sei, é ainda mais acessível (como???). Conta mais pra nóis!!! Bjsss

    maio 27th, 2010 - 22:00
    Cris Costa respondeu:

    Oi Jairo! Amo de mais aquela cidade, rs. Pôxa, morro de vontade de ir pra California! Dizem que lá é mega acessível e também fico imaginando como pode ser melhor que NY. Aliás, muitos americanos reclamam que NY é pouco acessível. Vai entender, rs. É que eles ainda não passearam aqui pelo Rio, rs. Vou escrever mais sobre NY sim! Bjs, Cris.

  2. Fernando Chagas quinta-feira, 27 de maio de 2010 em 13:59 -  Responder

    Show. Tb quero ir lá quando o $$ der.
    Beijocas.

    maio 27th, 2010 - 22:01
    Cris Costa respondeu:

    Vá pq é bom de mais! O problema e segurar a onda nas compritchas, né? rsrsrs. Bjs!!!

  3. Nickolas Marcon quinta-feira, 27 de maio de 2010 em 14:09 -  Responder

    Cris, show de bola seu post, Nova Iorque é tudo de bom. Você circula facilmente em todo lugar com a cadeira, todas as lojas são acessíveis e tem elevador interno. Mas senti saudade do RJ quando usei o metrô. Em NY são poucas as estações que tem elevadores (sempre fedorentos) e não há ninguém para te ajudar nas estações que não tem . Os trens de lá são antigos e formam um mega-degrau com a plataforma que não dá para subir sozinho. Além disso, andando de ônibus você vai curtindo o visual da cidade no percurso. Bjo.

    maio 27th, 2010 - 22:03
    Cris Costa respondeu:

    Que bom que gostou do post! Quanto ao metrô não sei dizer pq não usei. Uma pena se for assim. Mas gostei muito do ônibus lá, e com certeza dá pra ir apreciando o visual. Bom de mais! Já fico querendo voltar! rsrsrs. Bjs, Cris.

  4. Olga Torres quinta-feira, 27 de maio de 2010 em 18:55 -  Responder

    Por coincidencia ou não, hoje meu filho falou no blog dele (rodrigomartinsloyola.blogspot.com) do prazer que teve em ver o mar depois de 4 anos e na dificuldade de se locomover por ser dependente de respirador e da frota de taxis especiais existentes não ter tomada. Quanta diferença… Mas a luta continua… Hoje somos apenas uma pequena voz. Amanhã, queira Deus, as pessoas se liguem e tornem menos traumático o viver do deficiente no nosso país.
    O trabalho de vcs é lindo e não deve parar!!!

    maio 27th, 2010 - 22:09
    Cris Costa respondeu:

    Oi Olga, li o post do seu filho. Me lembro bem da primeira vez que vi o mar depois do acidente. A sensação é maravilhosa mesmo!

    Infelizmente ainda temos muito que aprender e melhorar aqui no Brasil. A falta de informação e conscientização ainda é muito grande. Mas acredito já está melhorando. Que bom que gosta do Blog!!! Bjs, Cris.

  5. Caroline quinta-feira, 27 de maio de 2010 em 21:01 -  Responder

    Olá Cris,
    Muito útil seu post. Estou indo pra Nova Iorque em setembro e gostaria de saber como fez pra alugar a cadeira…
    Aguardo sua resposta!
    Beijos

    maio 27th, 2010 - 22:09
    Cris Costa respondeu:

    Oi Caroline,

    Te respondi por email. Se tiver mais alguma dúvida é só falar!!! Bjs, Cris.

  6. Milton SPERONI quinta-feira, 27 de maio de 2010 em 21:24 -  Responder

    Oi Cris. Depois libera o site ou e-mail da empresa locadora da cadeira.
    Bem que o Brasil poderia ser tão acessível quanto NY,né?
    Abraços
    Milton

    maio 27th, 2010 - 22:12
    Cris Costa respondeu:

    Oi Milton,

    Infelizmente não lembro o nome do lugar e não guardei o email. Mas foi um dos três lugares abaixo:

    http://www.bigapplemobility.com/Home.asp

    http://www.scootaround.com/rentals/n/newyork/

    http://www.nyscooterrentals.com/

    O preço é praticamente o mesmo (U$ 225,00 por 1 semana) e todos entregam e buscam a cadeira.

    Quanto ao Brasil ser tão acessível quanto NY… Ainda falta muito, mas acho que já melhorou.

    Bjs,

    Cris

  7. Ilma sexta-feira, 28 de maio de 2010 em 10:23 -  Responder

    Olá, Cris! Nossa que poderosa vc…fiquei com um desejo incrivel de conhecer Nova York…um dia vou lá tbm…e vou querer todas essas dicas de vcs…Moro em Fortaleza, qdo quiser conhecer, será bem vinda.
    bjão

    maio 28th, 2010 - 11:28
    Cris Costa respondeu:

    Oi Ilma, poderosa nada, quem dera! Quando for viajar pode pedir dicas sim! Não conheço Fortaleza ainda, infelizmente. Mas pretendo visitar em breve, até pq é a terra de meu avô! Quando eu for aviso sim! Bjs, Cris.

  8. Franklin sexta-feira, 28 de maio de 2010 em 11:07 -  Responder

    caraca que inveja!!! kkkkkkkkkkkkkkkkkk zuera!! rsrsrs
    beijos

    maio 28th, 2010 - 11:28
    Cris Costa respondeu:

    Rrsrsrsrrs, é bom de mais viajar! Bjs, Cris.

  9. MARIA PAULA TEPERINO sábado, 29 de maio de 2010 em 04:12 -  Responder

    Cris maravilha seu post. Havia uns 10 anos que não ia para NY e fui em abril passar meu aniversário lá. Aquela cidade é tudo de bom!!!! Cada museu melhor que o outro e não ter essa estória de ficar se certificando se o lugar tem ou não acesso, faz a gente se sentir igual a todo mundo.
    O Jairo falou no comentário dele sobre a Califórnia, nossa que saudade….fui em 2005 para São Francisco com uma amiga também cadeirante e ela numa cadeira motorizada e eu na minha manual segurando na cadeira dela, subimos e descemos as ladeiras de São Francisco. Foi uma experiência única. É tudo de bom!!!!
    bjs

    maio 29th, 2010 - 17:53
    Cris Costa respondeu:

    Oi Paula! Tenho muuuuuuita vontade de conhecer a California! Aff, tem tantos lugares que quero conhecer… Viajar é muito bom, né?
    E o fato de que em NY vc vai pra todo lado sem se preocupar se vai ter acesso (pq tem) é uma sensação boa de mais! A gente passeia sem grilos. Só de falar já me coço toda pra voltar, rsrsrrsrs. Bjs, Cris.

  10. Marcos Melo domingo, 30 de maio de 2010 em 22:56 -  Responder

    Legal o post Cris! NY é bão de mais! Mas tive o prazer ou o desprazer de ir a Chinatown… lá não é nada adaptado, tudo bem que fui já tem um bom tempo. Mas me senti na 25 de março em SP em dia de feriado! rsrsrs.
    Mas, valeu a pena pelo passeio! Sempre vou a todos os lugares… to nem aí! kkkkkkkk

    Bjs e parabéns.

    maio 31st, 2010 - 10:27
    Cris Costa respondeu:

    Oi Marcos, pois é. Em Manhatan é mais tranquilo circular. Não fui a Chinatown, mas no SoHo e no Village achei um pouco mais complicado circular. Vou fazer um post sobre isso. E é isso ai, tem que fazer de tudo mesmo! Bjs, Cris.

  11. Micas sexta-feira, 10 de setembro de 2010 em 09:46 -  Responder

    Oi cris, sou portuguesa e adorava ir a NY e fiquei super entusiasmada por saber que não vou ter problemas com os autocarros (bus). 🙂 Uso cadeira de rodas eletrica mas pra viajar levo sempre a manual, não dá tanta liberdade mas paciência. Mas quando li a dica do aluguer da cadeira achei fantástico!:)
    Em que hotel ficaste? bjos de portugal

    setembro 10th, 2010 - 11:28
    Cris Costa respondeu:

    Oi Sonia! É super tranquilo alugar cadeira por lá! Eles entregam e depois pegam no hotel sem problemas. Me facilitou muito a circular por lá. Eu fiquei no Double Tree, tem dois lá em NY: um na Times Square e outro na Lexington. Já fiquei nos dois, que são bem adaptados e bem localizados. Só que o da Times Square é um pouco mais caro e mais tumultuado de andar pela rua. Só de falar já me deu saudades e vontade de viajar de novo! Qualquer dúvida, é só falar. Não conheço Portugal, mas tenho muita vontade de ir! Bjs, Cris.

  12. Micas sexta-feira, 10 de setembro de 2010 em 13:50 -  Responder

    Cris, Portugal ainda não é muito acessível…deve ser tipo Brasil 🙁 Mas serás muito bem vinda e qualquer coisa é só pedires. bjs Sónia

  13. Rodrigo quinta-feira, 8 de março de 2012 em 15:39 -  Responder

    Cris,
    Quais os hoteis em Nova York, adaptados para cadeirantes, que você recomenda?

    março 9th, 2012 - 22:06
    Cris Costa respondeu:

    Oi Rodrigo, eu não conheço muitos hotéis por lá. Quando vou fico no Double Tree. Tem dois, e os dois são bem adaptados. O Dado já foi e ficou no Beacon e disse que é muito bom. Bjs, Cris.

  14. valeria Lisondo sexta-feira, 25 de janeiro de 2013 em 21:36 -  Responder

    Oi Cris,

    Você tem referência do hotel no qual ficou hospedada? Era bem localizado e com um preço justo?

    Att,

    Valéria

    janeiro 26th, 2013 - 13:34
    Eduardo Camara respondeu:

    Oi Valeria,

    Volta e meia me hospedo em NY e já fiquei em diversos hotéis adaptados. Eu diria que, se o hotel for em Manhattan, geralmente ele é bem localizado. Entre os mais baratos recomendo os da rede Applecore (www.applecorehotels.com). São limpos, tem quartos adaptados e café da manhã (raridade em NYC). Se quiser uma localização mais nobre, longe da muvuca de midtown, recomendo: Beacon Hotel, Empire Hotel e On the Avenue Hotel. Todos são muito bons, tem quartos adaptados, só que custam mais caro. Se você viajar na baixa temporada, consegue verdadeiras barganhas nesses hotéis. Em fevereiro/2012, consegui diárias de final de semana no Empire a 160 dólares. Agora, se você quer o hotel mais barato de NYC, pode tentar o Pennsylvania. O hotel é um pulgueirão, lotado de quartos e bem no meio da muvuca (a alguns passos da Macy’s e do metrô), ótimo para quem vai fazer compras. Apesar do hotel ser uma zona, os quartos adaptados são MUITO espaçosos, reformados as adaptações são ótimas.

  15. valeria Lisondo segunda-feira, 28 de janeiro de 2013 em 11:08 -  Responder

    Oi Eduardo Camara ,

    Agradeço demais as dicas e orientações e a cuidadosa resposta. Eu gostei muito da opção do Beacon 🙂

    Um abraço,

    Valéria

  16. Juliana Mello terça-feira, 10 de dezembro de 2013 em 20:42 -  Responder

    Cris, não estou localizando aluguel de cadeiras de rodas em NY, você pode me ajudar?

Deixe um comentário

Seu endereço de email não será publicado. Os campos obrigatórios estão indicados com *

Connect with Facebook

Publicidade

Facebook