Campeonato Brasileiro de Handbike – 2010

Josimar "Joselito" Sena na largada do Contra-Relógio

Sexta-feira passada, o Brasil inteiro ligado no jogo contra Portugal e eu pegando vôo para o Campeonato Brasileiro de Ciclismo Paraolímpico. Pelo menos não perdi muita coisa, né? E lá em Brasília, o campeonato foi maneiríssimo!

Os atletas foram chegando ao longo do dia, e à noite rolou o congresso técnico e a primeira vitória da galera do handbike: a organização da prova cumpriu o combinado na última competição e dividiu os atletas em duas categorias, de acordo com os níveis de deficiência. Assim, a competição ficou mais justa e os atletas satisfeitos e estimulados!

As provas foram realizadas no autódromo Nelson Piquet, com céu azul, ótimo asfalto  e um percurso que misturava subidas e descidas. Gostei do lugar, mas as subidas e o vento forte jogaram as médias de velocidade lá para baixo. Aliás, como foi difícil encarar os aclives com a handbike. Subir umas ladeiras virou dever de casa!

Joselito e Aranha na prova de estrada

Sábado foi dia do Contra-relógio individual, prova onde cada atleta larga separado e deve terminar o percurso no menor tempo. A distância total era de 5.400m. É pouco (a UCI recomenda no mínimo 10Km) e até fiz uma recomendação à organização para aumentar as distâncias em um próximo evento. De qualquer forma, o circuito tinha duas subidas que serviram para diferenciar os atletas. O melhor  handbiker do Brasil, Fernando Aranha, estava com um azar danado e quebrou o pedivela na largada. Eita cara bruto! A quebra de Aranha abriu espaço para Eliziário “Motorzinho” brilhar e vencer na categoria H3. O atleta de São Vicente, veterano da handbike e do triathlon – onde já completou incríveis 8 Iron Man – fechou a prova em 11’09”, melhor tempo do dia. Completaram o pódio Cláudio Amaral (que mostra uma ótima evolução) e Ronílson “Índio”. Na categoria H2, esse que vos escreve chegou na frente com o tempo de 11’37” (Ah moleque!!! Ah, moleque!!!), o segundo melhor do dia. Feliz igual pinto no lixo, ainda dividi o pódio com os afiados Rafael Rodrigues (2o colocado) e Josimar Sena (3o colocado), que se mostraram bastante preparados para a prova.

Eu e Perna (provavelmente falando besteira) no hotel

No último dia, era a vez da prova de estrada. Mesmo local, mas circuito diferente, com uma loooonga subida, uma descida e trechos planos. No total, 15Km de pedal com todos os atletas de cada categoria largando juntos. A H3 largou na frente e 30s depois foi a vez da H2. Aranha, que correu atrás e conseguiu soldar o pedivela quebrado na véspera, mostrou que é o cara e terminou os 15km em 26’18”, com média acima dos 34Km/h. Está no nível dos principais atletas do exterior. Atrás vieram “Motorzinho” e “Índio”. Cláudio Amaral sofreu com o vírus do pedivela quebrado (pegou do Aranha!) e não chegou a largar.

As handbikes na prova de domingo

Na H2, o começo de prova foi bem disputado. Comecei puxando a galera até o fim da subida, mas como não estava afim de dar carona para aquele bando de marmanjo, dei uma guinada para o lado, abri um sprint até 43Km/h e deixei o resto do pessoal no vácuo. Ou melhor, FORA dele. Apertei tanto o ritmo na primeira volta que a fechei com média de 31Km/h. Claro que não consegui manter a o ritmo ao longo das outras voltas, ainda mais com o subidão da reta dos boxes, mas foi o suficiente para vencer a prova e manter longe o 2o colocado, o incansável Rafael Rodrigues – que também fez uma ótima corrida. Em terceiro, completando pódio, chegou Rony Vasconcelos.

A galera do Clube de Ciclismo de São José dos Campos. Pose com as medalhas!

Resumo da ópera: houve uma nítida evolução de todos os atletas. A organização ofereceu boa infraestrutura aos atletas e organizou a prova em um excelente circuito, além de ter cumprido o prometido e dividido os atletas de handbike em duas categorias. Ponto a melhorar? Apenas as distâncias das provas, que na minha opinião deveriam ter tido o dobro do tamanho.

Parabéns à todos!

Facebook Comments

Eduardo Camara

Se não está viajando, está pedalando. Muitas vezes, fazendo as duas coisas ao mesmo tempo.

18 comentários em “Campeonato Brasileiro de Handbike – 2010

  • terça-feira, 29 de junho de 2010 em 12:12
    Permalink

    Parabens meu camarada.
    Será que teremos um conhecido na paraolimpiada que acontecerá no Brasil? humm….

    junho 29th, 2010 - 21:49
    Eduardo Camara respondeu:

    Será? Será? hehehe! Abraços!

    Resposta
  • terça-feira, 29 de junho de 2010 em 13:15
    Permalink

    parabéns!
    só explica a diferença das categorias pra gente!

    abraço!

    junho 29th, 2010 - 21:52
    Eduardo Camara respondeu:

    Valeu, Christian!

    E Simplificando um bocado, são 4 categorias: H1, H2, H3 e H4. H1 para os tetras, H2 para os paras sem controle de tronco (Eu!), H3 para os paras com controle de tronco, amputados, sequelas de pólio etc e H4 para os que usam bikes onde se pedala ajoelhado. No campeonato só rolaram participantes nas categorias H2 e H3!

    Aqui tem mais explicações: http://maonarodablog.com.br/handbike/2010/03/classificacao-funcional-dos-handbikers/

    Abração!

    Resposta
  • Pingback: Tweets that mention Campeonato Brasileiro de Handbike – 2010 « Blog Mão na Roda – Guia de Sobrevivência do cadeirante cidadão -- Topsy.com

  • quarta-feira, 30 de junho de 2010 em 09:19
    Permalink

    Ah, Moleque, Ah, Moleque!!
    As coisas estão melhorando….parabéns Dado!!!

    junho 30th, 2010 - 13:04
    Eduardo Camara respondeu:

    Valeu, Evandro! As coisas estão ficando melhores para todos nós. Abração e até breve (no Rio)!

    Resposta
  • quarta-feira, 30 de junho de 2010 em 11:46
    Permalink

    Parabéns Dado. E obrigado pelo teste drive em sua handbike, gostei demais. Ah, já encomendei a minha para o Claudio Freitas. Vamos ver no que vai dar.
    Um abraço, Lucas.

    junho 30th, 2010 - 13:03
    Eduardo Camara respondeu:

    Valeu, Lucas! Tô vendo que gostou mesmo, hein? E mantém a gente informado sobre a bike do Claudio. Avisa quando chegar e manda as fotos e impressões depois do test drive!

    Abração!

    Resposta
  • quarta-feira, 30 de junho de 2010 em 21:31
    Permalink

    Parabéns pelas medalhas, Xará!

    julho 5th, 2010 - 16:05
    Eduardo Camara respondeu:

    Valeu, Edu!

    Resposta
  • quinta-feira, 1 de julho de 2010 em 21:20
    Permalink

    Dado, primeiramente parabens pelo blog MÃO NA RODA. Você tem maiores informações para compra de uma dessas handcycles/handbike. Abc, Fábio B.

    julho 5th, 2010 - 16:07
    Eduardo Camara respondeu:

    obrigado, Fábio! E dá uma olhada no Handbike blog (http://maonaroda.com.br/handbike). Lá tem uns links falando “Onde comprar sua handbike”. Abração!

    Resposta
  • quarta-feira, 7 de julho de 2010 em 23:49
    Permalink

    Parabéns Dado!!! Ta mandando muito muleke!!!!
    Breve, breve teremos o Dado na paraolimpiada e com medalha.

    Sou tetra e estou querendo pedalar. Tem bike nacional boa no mercado?

    Abraço

    julho 12th, 2010 - 18:23
    Eduardo Camara respondeu:

    Valeu, Marcos!

    Quanto a medalha, é um sonho 🙂

    Bike nacional boa não tem não… Mas já tem gente importando. Dá uma olhada no Handbike Blog!

    Abração!

    Resposta
  • quinta-feira, 22 de julho de 2010 em 15:42
    Permalink

    OI SOBRINHO CADA DIA FICO MAIS ORGULHOSA DE VOCÊ E CREIA QUE VOCÊ É PARA MIM REFERENCIA DE SUPERAÇÃO
    BEIJOS

    Resposta
  • sábado, 24 de julho de 2010 em 21:49
    Permalink

    Atenção todos atleticanos seremos campeões em tudo,a começar pelo campeonato brasileiro.

    Resposta
  • terça-feira, 27 de julho de 2010 em 18:01
    Permalink

    li na runhers do mes de julho agora de 2010 . a reportagem com o FERNANDO , homem-aranha, ficou bacana, gostei, continuem com animo, força para o esporte, isto é tudo de bom…

    Resposta

Deixe uma resposta

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *

Connect with Facebook

X

Pin It on Pinterest

X