Dicas, Equipamentos

Como importar uma cadeira de rodas – Viajando

75

Agora ficou mais fácil importar uma cadeira como a TiLite ZRA-2 da foto

Ontem li uma notícia que deu aquele peteleco que faltava para escrever esse post. E é uma notícia BOA para todos nós: a partir de 1 de outubro de 2010, cadeiras de rodas, muletas e andadores passam a ser considerados bens de uso pessoal e podemos trazê-los quando viajamos sem pagar imposto algum! Na onda, também foram liberados de impostos os celulares, relógios e câmeras fotográficas.

A notícia foi divulgada em grandes portais da Internet, como a Folha de São Paulo e  o G1.

Apenas lembrando que, para não pagar o imposto, a pessoa tem que trazer a cadeira como bagagem acompanhada. Isto é: não dá para comprar na Internet e mandar entregar no Brasil. Tem que ir lá pessoalmente buscar e voltar com ela. Claro que continua saindo um pouco caro porque você vai ter que comprar as passagens aéreas, reservar hotel e tal, mas sem dúvida sai mais barato do que comprar uma importada aqui. Quer ver? Então, vamos fazer umas contas:

TiLite ZRA básica no Brasil: R$ 10 mil (aproximado)

Tilite ZRA básica nos EUA (Sportaid.com): U$ 1.895,00
Pacote aéreo de 4 noites em Miami: U$ 1.500,00 (aproximado)
Cotação do dólar: R$ 1,80
Total: U$ 3.461,00 * 1,80 = R$ 6.229,80

Ou seja, dá para fazer um passeio em Miami, comprar uma cadeira que bota as nacionais no chinelo e ainda sobram quase 4 mil reais em relação ao preço de uma importada aqui por essas bandas.

Minha sugestão? Junte um dinheirinho a mais, planeje aquela viagem e volte com uma cadeira turbinada! Mas antes, não se esqueça de pegar as dicas de viagem e medidas da cadeira aqui no blog e trocar uma idéia em nossa comunidade do Orkut.

Sobre o autor / 

Eduardo Camara

Se não está viajando, está pedalando. Muitas vezes, fazendo as duas coisas ao mesmo tempo.

Artigos relacionados

75 Comentários

  1. Jefferson segunda-feira, 2 de agosto de 2010 em 13:30 -  Responder

    isso até que é uma boa noticia…pena q não dar pra importar direto sem ter q sair daqui…pq pelo menos no meu caso é bem complicado…ja é dificil juntar grana pra pegar uma cadeira dessas…agora ter q juntar grana pra viajar tbm… HAHA
    complicado demais…

    alguem ja compro ou ja viu esse site aqui? http://www.ortoracing.com/

    agosto 2nd, 2010 - 18:11
    Eduardo Camara respondeu:

    Dá para importar direto sim, mas é um pouco mais complicado… Vou falar sobre isso em um próximo post.

    Sobre a Ortoracing, fabrica ótimas cadeiras e handbikes. Ela tem um representante no Brasil e os preços nem são caros se comparados aos valores das outras importadas. Dá uma olhada no blog da handbike que tem o tel dele! Abraços!

  2. Marcelo Oliveira segunda-feira, 2 de agosto de 2010 em 15:42 -  Responder

    Será que funcionaria pedir para algum amigo trazer “sentado” nela?

    Marcelo

    agosto 2nd, 2010 - 18:17
    Eduardo Camara respondeu:

    Vixe, rapaz, aí eu já não sei. 🙂

  3. Nickolas Marcon segunda-feira, 2 de agosto de 2010 em 15:53 -  Responder

    Ai, ai… preciso de férias, ou melhor, preciso viajar de férias… ehehehe…

    Será que handcycle e outras coisas também entram na mesma desculpa da cota?

    agosto 2nd, 2010 - 18:19
    Eduardo Camara respondeu:

    O texto oficial ainda não foi publicado no Diário Oficial, mas pelo que entendi, é para equipamentos de mobilidade. Como o handcycle é um produto feito para locomoção de pessoas com deficiência, entendo que pode entrar nessa também. Espero que os fiscais da Receita tenham o mesmo entendimento 🙂

  4. Cris Costa segunda-feira, 2 de agosto de 2010 em 16:58 -  Responder

    Bom, vou começar a juntar dindim a partir de agora pra compra da próxima cadeira. Mas é bom saber que não corro mais risco na alfândega, rs. Bjs, Cris.

    agosto 2nd, 2010 - 18:21
    Eduardo Camara respondeu:

    Excelente, né Cris? Mas trocar TiLite com 1 ano de uso é muito luxo 🙂 Beijos!

  5. Juliana Duarte segunda-feira, 2 de agosto de 2010 em 17:51 -  Responder

    Nossa, abrir a página do blog e encontrar esse post foi um presentaço!! Faz meses que to namorando uma quickie, já sei modelo, medidas, preço, onde e como comprar. Só faltava mesmo a grana… Mas agora com essa notícia vai ficar tudo mais fácil. Não vai demorar pra encontrar meu post com as configurações da cadeira lá na comu (só pra ter uma revisão geral e ouvir aquele aliviante “Tudo certo! Pode fechar o pedido.”)

    agosto 2nd, 2010 - 18:23
    Eduardo Camara respondeu:

    Oba! Conte com a gente para tirar as dúvidas, ok? E considere a TiLite além da Quickie!

  6. MARIA PAULA TEPERINO segunda-feira, 2 de agosto de 2010 em 19:48 -  Responder

    Essa notícia é boa mesmo. Até que enfim sacaram que “similar nacional” quando o assunto é cadeira de rodas, não rola.
    Duas dicas para os amigos do Blog que comentaram este post.
    Marcelo Oliveira, minha segunda Quickie foi trazida por um amigo andante. Ele trouxe fora da caixa, passou plástico bolha no aeroporto e eu fiquei com o coração saindo pela boca de medo de não deixarem ele passar, mas não houve problema algum. Quando perguntado sobre a cadeira ele disse que era para uma amiga que estava no saguão do aeroporto. Eu fiquei lá fora, esperando meu amigo, caso o fiscal quisesse ver se era verdade, mas passou sem ninguém checar se eu estava mesmo lá no desembarque.

    Agora para Juliana. Pense bem se você quer mesmo comprar uma Quickie. Acabei de trazer uma de viagem e estou bem arrependida. A qualidade caiu muito. O pedal prende, não encaixa direito, o tecido do assento já começou a desfiar, o protetor de roupa, tive que colocar um feito no Brasil pela LM, pois o original sai, quando vc faz passagem. Tá deixando muito a desejar. Têm muita diferença dessa para a segunda que tive e para a primeira então, a diferença é gritante!!! A qualidade deles caiu muito. Comprei uma LX e o preço pelo que vi aqui no blog nem foi tão barato. Paguei em abril U$ 1.588,00.
    Abraços

    agosto 3rd, 2010 - 17:54
    Eduardo Camara respondeu:

    Oi Paula! Boas dicas… Algumas pessoas dizem que os fiscais da Receita fazem vista grossa para cadeira de rodas. Convenhamos, taxar esse tipo de produto é realmente um absurdo. E concordo com vc sobre a Quickie. Ainda é uma cadeira bem melhor que as nacionais, mas o pessoal anda reclamando da queda de qualidade. Parece que a empresa foi vendida e os atuais donos não tem tanta preocupação com o produto… Beijos!

  7. Breno Nogueira segunda-feira, 2 de agosto de 2010 em 19:58 -  Responder

    Otima noticia Eduardo! Era isso que eu estava precisando ouvir. Agora já tenho mais um motivo para tirar umas férias e viajar para os EUA. Vale lembrar tambem para quem ainda não sabe sobre o desconto que o acompanhante do cadeirante tem direito para fazer viagens aéreas, de até 80% sobre o valor da passagem, independente de preços promocionais e tal. Somente a taxa de embarque não rola desconto. Sendo assim fica mais facil ainda de levar a namorada pra uma viagem dessas.

    agosto 3rd, 2010 - 17:20
    Eduardo Camara respondeu:

    Opa Breno! A notícia realmente foi muito boa… Sobre o desconto em passagens aéreas, eu estou querendo ver melhor como isso funciona. Parece que só vale quando a pessoa realmente não tiver autonomia para viajar. A conferir… Se souber de algo mais, me avise! Abração!

  8. Tania Speroni segunda-feira, 2 de agosto de 2010 em 21:21 -  Responder

    Oi Dado!
    Eu ouvi essa história, mas o reporter não falou nada de cadeira de rodas, fiquei p… Será que esqueceram das cadeiras??
    Essa notítica então vale. Hum!!! O pior que todo cadeirante que eu conheço que pode viajar vai trazer a própria cadeira não vai aceitar encomendas,heheheh
    Beijos

    agosto 3rd, 2010 - 17:18
    Eduardo Camara respondeu:

    Olá Tania! Tem gente questionando por causa do texto que não é tão explícito, mas acho que vale sim. Ah, junta um dindin e aproveita para tirar as férias e viajar 🙂 Beijos!

  9. Fernando Chagas segunda-feira, 2 de agosto de 2010 em 23:02 -  Responder

    Eduardo, eu li essa notícia e quasa caí da cadeira (Nacional) pois estou agitando de ir em Jan/2011 pra lá. Só não tenho menor idéia de medidas e tal. Pra isso acho que vou precisar da ajuda de quem conhece, vc saca a respeito? Eu gostaria de encomendar e ao chegar lá tê-la nas minhas medidas pronta pra trazer, será que róla? Se vc puder, me ajuda? Abraço.

    agosto 3rd, 2010 - 17:11
    Eduardo Camara respondeu:

    Opa Fernando! Tenta abrir um tópico na comunidade do Orkut que uma galerão te ajuda. Também podemos marcar um dia e eu te ajudo com as medidas pessoalmente. Abraços!

  10. Mariano Aloi terça-feira, 3 de agosto de 2010 em 09:03 -  Responder

    Tão bom se fosse verdade.

    http://meiobit.com/71280/isencao-fiscal-de-cameras-a-grande-midia-errando-feio/

    agosto 3rd, 2010 - 09:52
    Eduardo Camara respondeu:

    Mariano,

    O texto da portaria não é tão explícito quanto eu gostaria, mas dá uma olhada no Capítulo I, Art. 2o, parágrafo VI:

    “VI – bens de caráter manifestamente pessoal: aqueles que o viajante possa necessitar para uso próprio, considerando as circunstâncias da viagem e a sua condição física, bem como os bens portáteis destinados a atividades profissionais a serem executadas durante a viagem, excluídos máquinas, aparelhos e outros objetos que requeiram alguma instalação para seu uso e máquinas filmadoras e computadores pessoais.”

    Não sei porque o governo alteraria o texto à toa. Torço para a mídia estar certa 🙂

    Abraços,
    Dado

  11. Christian Matsuy terça-feira, 3 de agosto de 2010 em 12:34 -  Responder

    @maonaroda sempre na frente, é isso aí, parabéns pela rapidez na divulgação da notícia!

    agosto 3rd, 2010 - 17:10
    Eduardo Camara respondeu:

    Valeu, Christian! Abração!

  12. Marcelo Oliveira terça-feira, 3 de agosto de 2010 em 12:54 -  Responder

    Pintou uma dúvida GIGANTE:

    Tudo bem que cadeiras entraram para o rol dos bens isentos qdo trazidos como bagagem. Mas, e como fica o limite de 500 dólares por pessoa? Uma cadeira custa mais do que isso!

    Abços
    Marcelo

    agosto 3rd, 2010 - 17:10
    Eduardo Camara respondeu:

    Oi Marcelo,

    A cadeira não entra mais no limite de 500 dólares. Essa é a grande novidade!

    Abraços,
    Dado

  13. venuzia rodrigues terça-feira, 3 de agosto de 2010 em 17:08 -  Responder

    Gostaria de mais informacoes sobre o desconto em passagens aereas para acompanhante de cadeirante.

    obrigada

  14. Renato terça-feira, 3 de agosto de 2010 em 20:11 -  Responder

    Cadeira TiLite: US$ 1.900
    Pacote Miami: US$ 1.500
    Dólar: R$ 1,80
    Ser maltratado pelo consulado americano, pela American Airlines e pelo oficial de imigração do aeroporto: não tem preço… ;-))

    agosto 3rd, 2010 - 21:34
    Eduardo Camara respondeu:

    Aconteceu algum desses com vc? Comigo isso nunca rolou…

  15. Junior sexta-feira, 13 de agosto de 2010 em 04:57 -  Responder

    Maravilha, mas deixo aqui minha pergunta, se por ventura for curtir esse pacote de viagem e trazer uma cadeira de rodas, eu tenho que deixar a que eu for lá? e quanto tempo levam pra fazer a cadeira sob medida, pq aqui no Brasil são meses de espera.
    Ou terei que encomendar antes e depois que ficar pronta viajar pra busca-la?

    agosto 13th, 2010 - 09:23
    Eduardo Camara respondeu:

    Opa, Junior! Não vejo problema em trazer uma nova e a antiga. Uma cadeira reserva é super importante para qualquer cadeirante, pois quando uma quebra ou tem algum problema, a pessoa tem outra para usar. Uma cadeira americana da Quickie ou TiLite demora, em média, duas ou três semanas para ficar pronta e nunca ouvi falar de atrasos. Lá é outro esquema… Abraços!

  16. Daniel Vizeu quarta-feira, 25 de agosto de 2010 em 16:48 -  Responder

    Eduardo , estou querendo comprar uma hadbike nacional mesmo, só que moro no rio de janeiro e você sabe que aqui o mercado é bem escasso, queria pelo menos esperimentar uma para ver se me adapto, para mim teria que ser uma do estilo da HAND BIKE MIX – Bicicleta Manual – Ortomix, isto é , que eu fique mais sentado. Você pode me ajudar em alguma dica? Agradeço desde já e fico no aguardo da resposta.
    Obs.: descuple pelo comentario não estar relacionado ao post.

    agosto 25th, 2010 - 22:22
    Eduardo Camara respondeu:

    Fala Daniel! Eu devo organizar o empréstimo de handbike antes mesmo do Praia Para Todos voltar. Fica ligado no blog que eu vou avisar… Você tem força nos braços? Talvez consiga pedalar a handbike que eu tenho… Sobre a Mix, vc pode tentar ver se tem uma pra teste em alguma loja. Acho difícil, mas não custa tentar. Abraços!

  17. Alexandre quarta-feira, 25 de agosto de 2010 em 21:54 -  Responder

    Estava pesquisando informacoes ref a isencao de imposto de importacao para trazer de Miami um “electric mobility scooter”, carrinho eletrico tipo aqueles que tem em supermercado.
    Achei esse otimo blog e agora tenho a lei em maos para tentar argumentar se o fiscal na alfandega achar que devo pagar II
    Valeu, muito obrigado !!!

    Capítulo I, Art. 2o, parágrafo VI
    http://www.infoconsult.com.br/legislacao/portaria_mf/2010/p_mf_440_2010.htm

    agosto 25th, 2010 - 22:20
    Eduardo Camara respondeu:

    Isso aí, Alexandre! Se liga só que essa portaria começa a valer apenas a partir de 1o de outubro. Abraços!

  18. Muriel Spaler quarta-feira, 20 de outubro de 2010 em 16:23 -  Responder

    Ola pessoal

    Quem aqui estiver interessado em adquirir uma boa cadeira de rodas, tanto manual como eletrica eu posso trazer dos EUA.
    Sou cadeirante também e volte e meia vou para para lá.
    Conheço as empresas que distribuem as cadeiras e cosigo
    por um preço muito mais enconta.

    Quem tiver interesse, basta entrar em contato.
    meu e-mail é: murielspaler@hotmail.com

  19. Ricardo quinta-feira, 28 de outubro de 2010 em 17:42 -  Responder

    Caro Eduardo,

    Minha esposa utiliza o scooter elétrico, na compra de um novo no exterior não se enquadraria como veículo automotor, sujeito ao II (inciso I do parágrafo único do capítulo I)? Será que o Alexandre do comentário 18 conseguiu a importação isenta de II ?

    Abç,

    Ricardo

    outubro 29th, 2010 - 12:00
    Eduardo Camara respondeu:

    Oi Ricardo! Não acredito que o scooter seja enquadrado como veículo automotor. Ele deve ser enquadrado mesmo é como cadeira de rodas motorizada. Abraços!

  20. Fernando Chagas quinta-feira, 28 de outubro de 2010 em 21:53 -  Responder

    Voltei aqui pra comentar que, como quero uma TiLite e uma motorizada, vou trazer as duas me tremendo de medo mas vou tentar. Depois conto pra vocês no que deu. A antiga, infelizmente, vou ter que largar por lá…Aliás, uma pena com tanta gente por aqui precisando mas vou tentar doar por lá.

    outubro 29th, 2010 - 12:00
    Eduardo Camara respondeu:

    Mesmo assim eu acho que vale a pena… E o pior é que lá tb tem gente precisando de cadeira, por incrível que pareça!

  21. Alexandre terça-feira, 2 de novembro de 2010 em 01:28 -  Responder

    Olá Ricardo,
    Respondendo ao seu comentario 20, passei pela alfandega pilotando meu scooter (www.spinlife.com/Zip%27r-Mobility-Zip%27r-Roo-Travel-Scooter/spec.cfm?productID=87485) sem nenhum problema, o fiscal ao recolher meu formulario constando nada a declarar nem olhou direito pra mim, simplesmente mandou seguir em frente sem nenhum questionamento.
    Também tinha comigo copia do laudo do Detran caso o fiscal fizesse alguma indagacao.

    Um toque importante, ligue na companhia area e avise que voce estará trazendo o scooter que pesa X kilos com bateria selada (eles tem restricoes a baterias com acido liquido), pois no momento do check-in em Miami a agente quiz me cobrar sobrecarga. Ao comentar que era pra meu uso pessoal de locomocao e já tinha confirmado o fato no momento da reserva, nao tive maiores problemas.

    Boa sorte e com certeza vale a pena ir até Miami, pois o mesmo scooter aqui em Sao Paulo vi por R$ 5000

  22. Cleber sábado, 8 de janeiro de 2011 em 23:06 -  Responder

    Vivo nos EUA e estou pensando em levar um carrinho elétrico tipo scooter (mas de quatro rodas) para a minha mãe que tem sério problemas nos joelhos e não consegue andar. Ela tem um scooter comprado no Brasil de 3 rodas mas infelizmente as calçadas na área onde ela vive no Rio são muito ruins e ela caiu com este carrinho. Voces sabem se é possível importar um desses scooters de 4 rodas para uma pessoa deficiente deficiente sem recolher imposto? E se tiver que recolher, alguém sabe qual é a taxa?

    Muito obrigado,

    Cleber

    janeiro 12th, 2011 - 15:52
    Eduardo Camara respondeu:

    Cleber, é possível sim, e o imposto é de apenas 2% caso você utilize o procedimento de importação convencional, mas terá que ter uma autorização da ANVISA e um despachante ajuda muito. Outra forma é ela viajar para aí e voltar pilotando o scooter. Abraços!

  23. Muriel Spaler segunda-feira, 10 de janeiro de 2011 em 18:53 -  Responder

    Caro Cleber
    Eu tambem morei nos EUA 10 anos, e estou tentando trazer uma
    cadeira exatamente desse jeito que vc quer trazer para a sua mae, a unica forma de voce trazer essa cadeira sem pagar imposto é que a pessoa mesmo PPD venha conduzindo-a e
    despachando-a e comprovando que é PPD, caso contrario as taxas serão cobradas. O que voce pode fazer é se vc desmontar a cadeira e colocar as partes nas malas, lembrando que a bateria tem que ser a gel, que geralmente sao. Para mais informacoes detalhadas ligue para a sua compania aeria e se informe com eles, é a melhor recomendaçao que te dou. Ok.
    Boa Sorte.

  24. Heloisa terça-feira, 18 de janeiro de 2011 em 18:36 -  Responder

    Alguém pode me reasponder: se a minha irmã viajar ela pode trazer uma cadeira motorizada para mim com isenção?

    fevereiro 1st, 2011 - 23:44
    Eduardo Camara respondeu:

    Heloisa,

    Pela lei, não pode… Vc teria que viajar e trazer a cadeira.

    Abraços!

  25. Cleber domingo, 23 de janeiro de 2011 em 17:47 -  Responder

    Heloísa,

    Ainda não pode não.
    Parece haver um jeito de um usuário importar a cadeira por cargo/correio e ir buscar na alfândega – mas as informações que recebi até agora são bastante confusas quanto ao que é necessário levar para liberação sem impostos.
    Eu estava tentando levar um carrinho para a minha mãe. Ela finalmente conseguiu falar com alguém na alfândega do Galeão que parecia saber sobre o assunto (depois de falar com muita gente). Ele disse categoricamente que se eu levar o carrinho (um quadriciclo elétrico), eu teria que pagar aproximadamente uns 70% de imposto. Mas disse para ela que se ela entrasse no país com ele, não haveria problemas.
    Ela não consegue mais andar – mas vou ver se dá um jeito de que ela venha até aqui nos EUA com uma cadeira nacional barata e volte com o quadriciclo.
    No momento, esta parece ser a forma mais fácil, mas continuo esperando notícias de alguém aqui que tenha conseguido importar uma cadeira/scooter/triciclo/etc… por outro meio. O Eduardo Camara acima escreveu que dá para importar sim, mas ainda não consegui confirmação dos requerimentos – e cada oficial diz uma coisa diferente…

    Cleber

    fevereiro 1st, 2011 - 23:45
    Eduardo Camara respondeu:

    Cleber, não existe essa importação sem taxas pelo correio. Se chegou sem taxação, foi puramente MUITA SORTE!

    E a galera realmente não sabe dar informações. É impressionante!

    Abraços!

  26. Heloisa terça-feira, 25 de janeiro de 2011 em 18:32 -  Responder

    Cleber,

    Me diga se estou certa ou errada ou se sou muito burra. Uma pessoa cadeirante pode ter condições físicas para viajar para fora do país, mas pode ser afetado por alguma doença que a impossibilite de viajar, certo? Fora isso, o Brasil nos tira o direito de ir e vir adequadamente, ou seja, os ônibus não funcionam, os táxis adaptados são uma fortuna e por aí vai. Poderiam ter pensado em uma lei/portaria/norma que permitisse que parentes diretos de portadores de doenças que realmente necessitem de cadeiras motorizadas pudessem trazer sem impostos. Acabei de ver uma jazzy select em SP por R$ 10.000,00. Nos EUA USD 2.000,00 a 3.000,00.
    Se você souber como importar sem impostos por favor me informe.
    Heloisa

    fevereiro 1st, 2011 - 23:47
    Eduardo Camara respondeu:

    Heloisa,

    Realmente é um absurdo sem fim! O imposto de importação é bem baixo hoje em dia (12% para as manuais e 2% para as motorizadas). O problema é que existe uma grande – e custosa – burocracia envolvida. Abraços!

  27. Muriel Spaler terça-feira, 25 de janeiro de 2011 em 21:38 -  Responder

    Cleber, você não precisa encontrar uma cadeira nacional barata para sua mãe entrar nos EUA, as companias aerias possuem cadeiras para pessoas com dificuldades de locomoção, vocês só terão que informar a compania aeria que precisão de uma cadeira de rodas no minimo 2 dias antes do dia da viagem, no dia da viagem assim que chegar no aero porto, você pega a cadeira de rodas da compania aeria e leva até o carro onde esta a sua mãe, e ela vai com a cadeira até a poltrona do avião, chegando nos EUA, lá tera outra cadeira da mesma compania aeria que a levará do avião até o carro fora do aeroporto.

    E quando vocês estiverem voltando, o procedimento é o mesmo,
    vocês despachão a cadeira motorizada como bagagem e pegaram uma manual até o avião, chegando no Brasil vai ter outra cadeira manual esperando por ela, que os funcionarios da campania aeria a levará até onde esta a cadeira motorizada.

    Isso é a parta mais facil da viagem.

  28. Eduardo quarta-feira, 9 de fevereiro de 2011 em 11:18 -  Responder

    Estou querendo trazer uma cadeira para uma amigo. Não sou cadeirante, será que terei problemas na alfandega? Será que irão me cobrar o imposto? Algué já fez isso?

    Obrigado.
    Eduardo

  29. Heloisa quarta-feira, 9 de fevereiro de 2011 em 17:15 -  Responder

    Eduardo,

    Estou na mesma situação que vc. Minha irmã vai para NY e eu queria que ela comprasse a cadeira lá, só que pelo que estamos vendo só a pessoa indo ou então pagar 2% de impostos (antes tem uma parte burocrática difícil).
    Heloisa

  30. Vicente Galli quinta-feira, 17 de março de 2011 em 19:32 -  Responder

    vende-se scooter elétrica nova recém chegada dos EUA, marca PaceSaver TITAN…..ver no site…….excelente autonomia, desempenho e durabilidade……evite a burocracia de passar na alfândega, taxa, impostos e frete……fone 44-3031 5307 ou 44-9811 1534 TIM…….OBS está em Maringá-PR

  31. Vicente Galli terça-feira, 22 de março de 2011 em 18:13 -  Responder

    VENDE-SE ESTA CADEIRA RECÉM CHEGADA DOS EUA
    MOTORIZADA EXCELENTE DESEMPENHO DURABILIDADE
    NÃO É ACIONADA POR CORREIAS E SIM MECANICAMENTE
    PAGUEI 10,000,00 REAIS, VENDO POR 7,000,00 REAIS
    FONE 44-3031 5307 OU 44-9811 1534 TIM

  32. Carlos Moreira Peres quinta-feira, 29 de setembro de 2011 em 10:45 -  Responder

    Saudações Eduardo,

    Que boa notícia a liberação de imposto para cadeiras de rodas, andadores e andadores. Tive um AVC e fiquei com sequelas do lado direito na perna e braço e apesar de andar de andador tenho dificuldades em percorrer distâncias maiores e nãom consigo usar cadeira de rodas sozinho pela dificuldade em impulsionar a cadeira com o braço direito. Estava pensando em compra uma scooter a bateria e as importadas são infinitamente mais baratas e melhores.
    Você sabe se poderia trazer uma isenta de impostos também.

    Desde já muito grato, grande abraço e força para todos.
    Fique com Deus.

    setembro 29th, 2011 - 12:44
    Eduardo Camara respondeu:

    Oi Carlos,

    Creio que possa sim, sem problemas! Basta viajar e vir montado nela 🙂 Abraços!

  33. fabio f domingo, 23 de outubro de 2011 em 03:31 -  Responder

    Exporto cadeiras de rodas manual ou Eletrica do japao usadas ou novas conforme sua preferencia entrego em maos ou envio pelo correio.Extremamente mais baratos e high tech cadeiras varios modelos alem de uma grande variedade de produtos,acessorios, caso tenha interesse me envie E-mail lhe passo os precos/Catalogo.
    tenho contatos familiares no Brasil que podera fazer o fechamento de sua compra e entrega.
    obrigado. skype. wheelchairjapan

    outubro 23rd, 2011 - 14:25
    Eduardo Camara respondeu:

    Oi Fábio,

    Manda o catálogo e os preços para maonarodablog@gmail.com. É sempre bom ter outras opções… Abraços!

  34. Heloisa segunda-feira, 24 de outubro de 2011 em 16:43 -  Responder

    quem sabe sobre desconto de 80% para acompanhante para viajar? É a empresa aérea que dá o desconto ou a agência de vigem? Quem sabe como se faz para conseguir? Grata Heloisa

    novembro 12th, 2011 - 13:41
    Eduardo Camara respondeu:

    Heloisa, dá uma olhada em http://g1.globo.com/Noticias/Brasil/0,,MUL52342-5598,00.html

    Quem dá o desconto é a empresa aérea. Recomendo ligar direto para eles! Abraços e boa sorte!

  35. Heloisa terça-feira, 15 de novembro de 2011 em 18:38 -  Responder

    Quem usa a scooter Jazzy Select por aqui? Apresenta muito problema ou é uma boa?

  36. aline quarta-feira, 7 de dezembro de 2011 em 14:43 -  Responder

    Ola ,preciso comprar um andador pro meu filho de 4 anos aqui no brasil me cobraram r$ 8.000.00 lá nos eua com r$ 3.000,00 eu compro , algúem sabe se eu comprar e mandar entrega na casa de alguém nos eua e essa pessoa me mandar pelo correio eu vou pagar o imposto ???? por favor me ajudem !!!

    dezembro 18th, 2011 - 14:00
    Christian Matsuy respondeu:

    Aline,

    Todas as respostas que você precisa estão no post abaixo:
    http://maonarodablog.com.br/?p=4845

  37. Wellington Linardi quinta-feira, 17 de maio de 2012 em 08:55 -  Responder

    Ola amigos,
    Trabalho com cadeira de rodas importadas do EUA por uma fracao do valor real. Sao cadeiras semi novas, muitas nem usadas, em diversos tamanhos , modelos e cores. Entregas sao feitas no Brasil e levam em torno de 3 meses para chegar . Ou dependendo da nescessidade , uma semana (um pouco mais caro).
    Sao cadeiras da marca Jazzy e Invacare. Acabei de criar um Facebook aonde pretendo colocar fotos e videos.
    De uma olhada e entre em contato 🙁 Face: cadeira de rodas eletrica.) ou por email: Cadeiraimportada@hotmail.com
    Boa sorte a todos.
    Wellington

  38. Alex terça-feira, 2 de outubro de 2012 em 01:31 -  Responder

    Ola Pessoal,
    Alguém já foi em Miami buscar cadeira da SpinLife por exemplo?Encomenda do site e vai em Miami mesmo pegar?Demora ficar pronta? Qual o endereço de lá?
    Agradeço a ajuda dos amigos,pois já fui à Miami há dois anos e espero ir novamente pegar uma cadeira para min.
    Desde já agradeço,
    alexestamosai@hotmail.com

  39. Marcelo quarta-feira, 3 de outubro de 2012 em 15:01 -  Responder

    Olá amigos.
    Alguém sabe me informar onde posso encontrar (Loja ou representante..) da cadeira de rodas da Tiite aqui no Brasil?

    outubro 3rd, 2012 - 16:48
    Eduardo Camara respondeu:

    http://www.mobilitybrazil.com.br

  40. gloria quarta-feira, 3 de outubro de 2012 em 15:25 -  Responder

    Ola,
    estou doando uma cadeira de rodas eletrica
    alguem pode me ajudar como fazer essa doacao?
    Moro em New York e quero enviar para Rio Vrmelho Minas Gerais.
    para o asilo de la que precisa muito.
    espero que alguem possa me ajudar os passos que devo tomar
    para chegar la.
    Obrigado.

  41. elivaldo domingo, 11 de novembro de 2012 em 23:02 -  Responder

    posso trazer mais mais de uma cadeira e qual a burocracia p viajar?

    novembro 13th, 2012 - 20:12
    Eduardo Camara respondeu:

    Normalmente não criam caso para mais de uma cadeira. Burocracia para viajar? Não entendi… Abraços!

  42. Moisés sábado, 1 de dezembro de 2012 em 00:11 -  Responder

    com certesa seria ótimo em ter uma cadeira desa mas infelismente com o recursos que muitos ainda no nosa pais não tem temos que ficar só na vondade,a minha pesa uma tonelada para emburrar srrsrsr,mas faser oq quem sabe um dia.abraço a tds

  43. ruth domingo, 16 de novembro de 2014 em 22:20 -  Responder

    Eu sou deputada Emmanuel Ruth um legítimo e um emprestador empréstimo respeitável. Somos uma empresa dinâmica, com fundos de empréstimo assistance.We financeira para pessoas que necessitam de assistência financeira, que têm um mau crédito ou necessidade de dinheiro para pagar as contas, para investir em business.I quero usar este meio para informá-lo que nós prestar assistência confiável e beneficiário como o maior prazer de lhe oferecer um loan.Contact-nos através do endereço mail: emmanuelruth536@gmail.com

  44. RONALDO terça-feira, 7 de abril de 2015 em 19:02 -  Responder

    Boa noite,
    posso pedir p alguem trazer uma cadeira de rodas p mim sem
    pagar imposto ou tenho q ir pessoalmente buscá-la ?
    Obrigado.

  45. Marilane Amorim segunda-feira, 18 de julho de 2016 em 10:07 -  Responder

    Anos atrás viajei e vi uma cadeira de rodas motorizada , que me chamou atenção,pois o tamanho e a facilidade de se transportar (dobrada fica como um carrinho de bebê)ajudam muito. Peguei o site ,mas não consigo mais localizar.Você conhece,www.evrider.com?Acho que a marca é Transport.
    Se puder me ajudar.
    Agradecida,

  46. Elaine Ortiz segunda-feira, 22 de agosto de 2016 em 14:45 -  Responder

    OLá Marilane, estou pesquisando essa cadeira de rodas motorizada para minha filha, mas não com esse nome de siye..
    Existem algumas opções bem similares nos E.U.A e eu fiquei encantada pela praticidade , pois apenas com uma trava você fecha a cadeira e ela fica bem compacta e cabe no carro facilmente, como também pelo peso ( na maioria pesam entre 20 e 22 quilos segundo os dados técnicos das cadeiras.
    Tem dois sites que estou pesquisando: http://www.1800wheelchair.com e também : http://www.amazon.com ( eles também vendem essas cadeiras).
    Eduardo, me desculpe em me antecipar e responder a essa questão da Marilane, mas estou já há algum tempo pesquisando sobre esse assunto.
    Parabéns por essas informações todas que leio aqui….

Deixe um comentário

Seu endereço de email não será publicado. Os campos obrigatórios estão indicados com *

Connect with Facebook

Publicidade

Facebook