Atrações turísticas, Geral, Hotéis e Pousadas, Locais visitados, Viagens e Turismo

Floripa

19

Como todos estão carecas de saber, o povo do Blog adora viajar. E dessa vez meu destino foi Florianópolis. Fui para o casamento de uma amiga, e claro aproveitei pra conhecer um pouquinho da cidade. Mas foi tão pouco, que ainda no aeroporto já me dava saudades e desejo de voltar em breve pra aproveitar mais dessa cidade linda. Fiquei apaixonada pela ilha.

O Hotel no qual fiquei era bem acessível e adaptado(Jurerê Beach Village). O quarto era amplo e com banheiro adequado.

Ah sim, um pequeno parênteses: porque em nenhum hotel (pelo menos nunca vi) colocam o raio da saboneteira perto do banquinho? E o shampoo e condicionador, onde eu ponho? Ok, ninguém precisa responder. Mas tá aí algo em que podiam pensar na hora de adaptar o banheiro, né?

Voltando,  o pessoal do hotel era 100% solícito. Mas como era tudo barreiraless (sem barreira) nem precisei importunar muito os funcionários.  O hotel possuía uma rampa pra se chegar à praia, que pensei em usar pra chegar direto na água. Mas achei que a volta seria um tanto complicada e preferi não arriscar, rsrsrsrs. E fiquei olhando pro mar com cara de saudade e me lebrando da sensação deliciosa de pisar na areia molhada e dar um mergulho :O(

No único dia que tive livre, fui dar um passeio pra conhecer a cidade. Visitei  o Jurerê Internacional, que parece ser o point da galera bonita e sarada. Claro que me senti deslocada, mas não deixei de aproveitar o belo visual, fosse ele estático ou animado. Gostei muito da praia, e me pareceu a mais provável de conseguir dar um mergulho, já que a faixa de areia é bem pequena. Mas tava frio e resolvi deixar pra exibir meus bucheps em outra oportunidade.

Por ali dá pra circular tranquilo, o estacionamento, perto da praia, possui vagas reservadas e tem rampas para todos os lados. Porém, não consegui achar banheiro adaptado.

Continuando a visita, visitei um mirante com uma vista linda para a lagoa. E num final de tarde deslumbrante. Tem onde estacionar e não vi nenhuma dificuldade de chegar no mirante.

Cheguei a ir à praia Mole, mas já era tarde, o trânsito tava uó e o trecho pra chegar até a praia me pareceu bem complicado de ser ir com a cadeira. Aliás, para quem vai a Floripa é recomedável que vá de carro ou alugue um por lá. Alguns lugares são distantes e achar taxi não é fácil e como as distâncias são grandes pode ficar caro. Compensa muito estar de carro.

Cheguei a ir em alguns restaurantes, mas não consegui achar nenhum com banheiro adaptado. Porém notei que a maioria dos lugares possui rampas. Missão para uma próxima visita.

Enfim, infelizmente o passeio acabou e fiquei louca pra voltar e conhecer melhor a cidade. Mas valeu muito.  I’ll be back!

Hotel Jurerê Beach Village: www.jurerebeachvillage.com.br

Sobre o autor / 

Cris Costa

Artigos relacionados

19 Comentários

  1. katifloripa segunda-feira, 25 de outubro de 2010 em 14:25 -  Responder

    realmente, minha cidade é linda! e está se tornando cada vez mais acessível!! restaurante com banheiro conheço vários, rsrs
    pena que a gente não conseguiu se ver cris, volte em breve

    bjs

    outubro 26th, 2010 - 22:14
    Cris Costa respondeu:

    Kati!!! Infelizmente foi mega corrido. Tenho que certeza que tem lugares bem adaptados, mas na hora da fome a gente vai no primeiro que aparece, rs, e como foi só um dia não pude conhecer muita coisa. Mas digo: sua cidade é LINDA, com gente linda e recebe muito bem seus visitantes. Amei! Quero muito voltar ai. Ai, a gente se encontra! Bjs, Cris.

  2. Gregori segunda-feira, 25 de outubro de 2010 em 14:30 -  Responder

    Olá Cris!
    Que bom que esteve em meu estado, gosto muito de Floripa, ja fui em dezenas de restaurantes e pontos turisticos e em cada um que vou faço minhas anotações.
    Para mim o hotel com melhores adaptações para cadeirantes em que ja tive hospedado em todo Brasil fica em Florianopolis, em frente a rodoviaria (Hotel Intercity), o Shopping Beira mar tambem é acessivel, porem tem apenas um elevador que leva até a garagem e ninguem respeita cadeirantes e carrinhos de criança.
    Se voce quiser posso enviar minhas anotações de lugares acessiveis de Florianopolis e Lages que a minha cidade( uma das mais frias do Brasil).

    outubro 26th, 2010 - 22:16
    Cris Costa respondeu:

    Oi Gregori, Floripa é linda de mais! Quanto ao lance do elevador, infelizmente acontece em todo lugar, ninguém respeita mesmo. Anotei a dica do Hotel, de repente numa próxima fico lá. Obrigada! Bjs, Cris.

  3. Brunna Melazzo segunda-feira, 25 de outubro de 2010 em 19:17 -  Responder

    ai lugar lindo… também voltarei!!
    jurere internacional já diz tudo… é internacional… aquilo não é Brasil… ahahahahahaah
    parece Beverly Hills… (é… aquela dos filmes, mesmo!!)
    =)

    outubro 26th, 2010 - 22:18
    Cris Costa respondeu:

    Muito bom lá, né? Sim, Jurerê Internacional é um luxo, aquelas casas são mega lindas. Coisa pheeeena mesmo, rs. Bjs!

  4. Tharci terça-feira, 26 de outubro de 2010 em 07:12 -  Responder

    Oi Kix!!! Amei o post, vou mandar pro pessoal do hotel! Eles vao adorar sair no blog do Globo, hehehe!

    Beijos e volte sempre para minha amada ilha!!!

    Tharci (a noiva culpada pela visita da Cris a Floripa)

    outubro 26th, 2010 - 22:20
    Cris Costa respondeu:

    Tharci, Aloha! Vc e André podiam se casar todo ano, rsrsrs. Amei tudo, e vc estava deslumbrante! Quero ver depois as notícias nas colunas socias! Assim que der quero voltar a Floripa sim, linda de mais a ilha! Obrigada!!! Bjs, Kix!

  5. Tania Speroni quarta-feira, 27 de outubro de 2010 em 22:55 -  Responder

    Oi Cris!!
    Vc ficou em Jurerê ou em Floripa,centro, mesmo? Há um ano, fomos na em Floripa, centrão rodei todos os hotéis e não havia nada adaptado, mas fora do centro e até mesmo da Ilha, Ingleses, Camboriú por exemplo tem bons hotéis adaptados.
    Floripa centro tá bem abandonada com relação a hotéis acessíveis, pelo menos até um ano atrás tava
    Pô vc consegue se equilibrar no banquinho????O Milton cai pro lado, só de pensar em sentar nele.
    Beijos
    Tania

    novembro 1st, 2010 - 21:38
    Cris Costa respondeu:

    Oi Tania, o hotel é em Jurerê. Quanto ao banquinho, se não tivessse a barra ali do lado complicava, rsrsrs. Bjs!

  6. Hotéis quinta-feira, 28 de outubro de 2010 em 16:43 -  Responder

    Cris,

    excelente post sobre Floripa e acessibilidade.
    Estamos com uma promoção de lançamento do Blog.Decolar.com e gostaríamos de convidar você a enviar um post sobre uma de suas viagens.
    Acesse o blog caso tenha interesse: http://blog.decolar.com/o-concurso
    Esse é o resumo da promo.

    Um abraço!

  7. Lygia domingo, 31 de outubro de 2010 em 21:52 -  Responder

    Floripa boa noite

    Estou tendo uma experiencia muito boa entrando em contato com voçes pela Mão na Roda. ´sou médica, velha 73(na cronologia) porque na casa tenho uns 25 anos.Estou fazendo um trabalho na escola de Turismo. visando o Turismo Adaptado.Tem tido conhecimento de um mundo novo.No meu trabalho faço umplano de construção ou Hotel, ou Pousa ou Motel para quem tem dificuldade de locomoção,especialmente quem usa cadeiras de rodas. será que voçe me responde um questionário e me fala de sua experiencia?

    Um beijão Lygia
    Vou te procurar na comunidade do orkut

    novembro 1st, 2010 - 21:42
    Cris Costa respondeu:

    Oi Lygia, seria legal vc colocar o questionário na comunidade do Blog no Orkut, lá você conseguirá alcançar um número maior de cadeirantes que vão poder te ajudar. Bjs!

  8. Lygia terça-feira, 2 de novembro de 2010 em 09:03 -  Responder

    Flor (posso chama-la assim?) obrigada pela atenção fvou fazer um questionário e colocar no Blog como me sugeriu. beijão Lygia

    Gente eu escrivi errado no outro,mas velha é assim mesmo,as vezes se desconecta!raraarararaa

  9. Paulo sexta-feira, 12 de novembro de 2010 em 20:49 -  Responder

    A cidade aqui é muito boa, mas já vou adiantando: quase nada aqui a respeito de bares e baladas são adaptados, tenho sempre que sair com meus amigos pq minha namorada não da conta de tantas escadas e falta de banheiro adaptado que existe aqui.

    Abraço!

  10. Kekel – Márcia Raquel quarta-feira, 17 de novembro de 2010 em 18:19 -  Responder

    Que máximo Cris…

    Vc esteve na minha Floripa. Tb amo de paixão minha cidade, mas o dia a dia de um “malacabado” aqui, é fogo viu. Sou muletante e andar pelo centro daqui é uma aventura “Indiana Jones”. Aff…cadeirante então, sem chance. A não ser que fique pelo passeio da Beira Mar ou Hercílio Luz. Ou vá em lugares nobres, por onde vc andou.

    Temos muito que crescer ainda. O que me deixa triste é que nossa cidade tem um número bastante expressivo de deficientes, principalmente visuais e auditivos e muito pouco se faz. Estamos na luta….a ilha é mágica e fascina, mas tem muito que se adaptar as pessoas, a todos.

    Beijos e venha sempre…sua visita é uma honra.

  11. Marina de Abreu quinta-feira, 2 de dezembro de 2010 em 22:41 -  Responder

    Oi Cris que bom que gostou da minha terra! Temos muito que melhorar em termos de acessibilidade, mas acho que chegaremos lá. Alguém nos comentários falou do centro… Eu já havia comentado isso num post da Bianca, qdo ela veio aqui e ficou numa pousada muito fofa no Rio Vermelho (um bairro do norte da ilha, proximo aos Ingleses).
    Agora se a tua intenção qdo voltar é ir à praia já te aviso: a água do mar aqui é quase sempre gelada e a maioria das praias tem o mar meio perigoso… Então minha dica para dar um mergulhinho é: Jurerê Internacional (que vc já conhece), Daniela e Praia do Forte. Estas duas ficam do ladinho de Jurerê, têm água calma e mais quentinha! Ah e a faixa de areia é bem curta!
    Vou pesquisar opções de lugares (hotéis, baladas, restaurantes) adaptados e depois te passo (afinal já és a 2ª do blog que vem pra cá né! rs)
    Beijo grande e voltem sempre!

  12. Mario sábado, 4 de fevereiro de 2012 em 17:59 -  Responder

    Alguem pode me informar onde posso alugar cadeira motorizada ou scooter electrico por 3 semanas. De preferencia nos estados Santa Catarina Rio Grande do Sul ou Parana. (Sao Paulo)

    obrigado pela sua ajuda.

    estou aqui de visita da alemanha com a minha mae que precisa se locomover independete

Deixe um comentário

Seu endereço de email não será publicado. Os campos obrigatórios estão indicados com *

Connect with Facebook

Handbikes

Publicidade

Facebook