Cadeirante no BBB?

Pra quem acha que o povo do Blog só fala de cadeira, saibam que as vezes também discutimos temas seríssimos e de suma importância. Como o BBB por exemplo. Outro dia, o Nick comentou que ouviu a seguinte frase:

“Acho que no BBB devia ter um cadeirante para mostrar que as pessoas são diferentes.”

E dai seguiu uma longa e profunda discussão. E como somos democráticos, cada um deu sua opinião sobre a “questã”.

Christian – Quanto ao fato de um(a) cadeirante dentro do reality show, confesso que não tenho uma opinião formada… às vezes acho que seria legal, outras acho que seria uma coisa forçada, sei lá… lógico que dependeria muito do cara (ou da mulher) que colocassem lá dentro…

Cris – A primeira coisa que me veio a cabeça foi “E precisa de um cadeirante para as pessoas entenderem que existe diferença?”

Mas não sei dizer se seria bom ou ruim… Concordo com o Christian, depende da pessoa que colocarem. Mas nunca ia saber se o público ia ver como coitadinho, e votariam pro cara ganhar só por isso, ou se votariam pra sair logo, pois muitos não gostam de ver a diferença… mistério…

Não tenho opinião formada também…

Nick – Pessoalmente, acho que não devem colocar por alguns motivos:

1. Antes de mais nada, o povo vai achar que todos os cadeirantes são iguais, e iguais àquele que estiver lá. Se ele for bom, todo mundo é bom, mas se for ruim…

2. Ele(a) estaria em desvantagem física e teria que receber alguma compensação ou isenção das provas de resistência ou de esforço, o que pode tornar as disputas injustas.

3. A situação física pode gerar sentimento de pena no público, o que favoreceria o cadeirante na disputa pelos votos.

4. Muita gente pensa que cadeirante é coitado e não pode trabalhar (mas pode!), por isso precisa mais do dinheiro e merece mais o prêmio, outro motivo para direcionar a votação.

Dado – Pois é… Mas sua visão tá meio pessimista.

As provas podiam ser adaptadas, mesmo as físicas, e o cadeirante se daria bem. Já pensou nessas em que o cara tem que ficar em pé? 🙂


E você, o que acha? Cadeirante num reality show, pode dar certo?

45 thoughts on “Cadeirante no BBB?

  • Pingback: Tweets that mention Cadeirante no BBB? « Blog Mão na Roda -- Topsy.com

  • 25 de janeiro de 2011 em 12:53
    Permalink

    Quando penso nisso, penso logo no lado trágico da coisa.
    Um desarranjo intestinal, um jontex vazando, o cara doidão caindo da cadeira… hahahaha
    Sei lá, viu? rs

    Resposta
    • 2 de fevereiro de 2011 em 12:23
      Permalink

      Bem, isso faz parte da nossa vida, mas ela é beeeeem mais do que isso, né? Abraços!

  • 25 de janeiro de 2011 em 18:47
    Permalink

    Cadeirante ou não cadeirante, ninguém merece BBB.!!!!
    Nada na TV é mais ruim que esse reality show.

    Resposta
    • 2 de fevereiro de 2011 em 12:24
      Permalink

      Hahaha! Não sou muito fã, mas acho um bom canal de divulgação 🙂

  • 25 de janeiro de 2011 em 18:57
    Permalink

    confesso que minha paciência para reality show está bem esgotada, mas talvez o assunto em questão poderia tirar o marasmo (ou não) desse tipo de programa, e olha que eu adoro assistir tv…

    Resposta
    • 2 de fevereiro de 2011 em 12:39
      Permalink

      Tb acho… Já colocaram um(a) transsexual nesse BBB, quem sabe no próximo não entra um cadeirante?

  • 25 de janeiro de 2011 em 19:22
    Permalink

    Já pensei nisso muitas vezes e sempre penso que seria muito bom e engraçado ao mesmo tempo.Por que não colocar só cadeirantes?
    No esporte se formos competir com os convencionais seria injusto, mas sendo só pessoa com deficiência,não tem problemas.

    Acredito muito que se todos no BBB fossem PD,não teriam por que tirar ou deixar ganhar na casa e sim avaliariam como acontece no atual.

    “Claro que isso é algo surreal na atualidade”!

    Resposta
    • 2 de fevereiro de 2011 em 12:43
      Permalink

      Oi Edênia! Tem um pseudo-reality britânico só de pessoas com deficiência, o “The Cast Offs”. Já falamos sobre ele aqui no blog e acho que dá pra dar uma idéia de como seria um reality desse tipo. Eu acho a idéia super válida! Beijos!

  • 25 de janeiro de 2011 em 21:07
    Permalink

    Particularmente, acho que o cadeirante já passa um perrengue.
    Já não chega achar que todos usam fraldas, q todos sao broxas, etc…
    No BBB ou o deficiente iria sofrer mais constrangimento que o proprio programa oferece ou ele coreria o risco de ganhar pq uma gama do publico iria ficar com aquela famosa “pena” do “aleijadinho”. Ou seja nao iria contribuir em nada muito pelo contrario, estariamos mais na roça pq iriamos ser julgados pelo tal.
    Hoje já ví no site da globo que o galã da novela das 8hrs vai ficar paraplegico em um acidente de aviao.
    Vamos ver a abordagem que vao dar, mas pode esperar e com certeza boa nao vai ser pois todos os “homens” que a globo tirou como paraplegico em suas novelas tinham o estigma de os broxas.
    Ultopia minha vai ser o dia em que o paraplegico seja o galã pegador da novela, que vai lutar para que inclua no SUS como remedio de uso continuo viagra, caverject e similares. Afinal de contas sexo é saúde e se até cirurgia de Transexual se faz pelo SUS, pq então não contemplar os remedios para “bricarmos” 3x por semana uhauahuahuah. Todos tem o direito de ser feliz, e uma abordagem dessas em horario nobre é bem capaz de dar certo. Imagine a economia mensal.

    Resposta
    • 2 de fevereiro de 2011 em 12:45
      Permalink

      Mas dependendo de quem for escolhido, a coisa pode ser muito boa pra gente. Repara só que nos comentários está todo mundo falando dos problemas, como se nossa vida fosse só isso. Pelo menos a minha, não é. Abraços!

  • 25 de janeiro de 2011 em 22:55
    Permalink

    Acho esse programa podre, nojento, de um mau gosto incrível e não perco meu precioso tempo com ele. Deficientes , em geral, já não tem privacidade (ou a tem em patamar muito reduzido).

    No entanto, há quem goste. Para essas pessoas, talvez fosse legal trazer o Fernando Fernandes de volta, assim como fizeram com o Dourado no BBB passado.

    O problema é que existem vários tipos de deficiências e as consequências e limitações de cada uma podem ser bastante diferentes para as pessoas.

    Uma pessoa com deficiência nesse programa poderia realmente contribuir para fazer as pessoas acharem, por exemplo, que todas as lesões medulares cervicais são iguais (e nós sabemos que não são).

    Por mais reabilitada que a pessoa esteja, sempre podem ocorrer alguns “acidentes” ou situações desagradáveis que deixariam o participante bastante constrangido.

    Isso poderia até despertar o sentimento de pena nas pessoas e acho que aqui ninguém quer isso, né?

    Resposta
    • 2 de fevereiro de 2011 em 12:47
      Permalink

      Taí uma boa idéia, a do Fernando Fernandes! Mas olha, ao mesmo tempo que algumas coisas constrangedoras podem acontecer, se o cara for safo dá pra explicar muito mais outras e no final a balança pode pender à nosso favor. Vc acha que o Fernando, por exemplo, não faria o filme da galera? E poderia aproveitar para explicar todas as diferenças entre cada tipo de lesão e de deficiência, por exemplo… Abração!

  • 26 de janeiro de 2011 em 07:04
    Permalink

    Tem várias outras coisas que impediriam o deficiente de estar na casa, como:
    1. E o ensaio para a paparazzo
    2. Continuaria sendo o coitadinho do cara da cadeira de rodas
    3. Mostraria um lado que ninguém quer ver, como CAT, dificuldades de tranferência e pouca acessibilidade
    4. Implicaria em muito dinheiro para montar a casa totalmente acessível para um participante
    5. As provas fisícas teriam que ser adaptadas e as de resistência, que são as que dão mais audiencia, exterminadas.

    Mas a ideia de um paraBBB seria legal, com todos os paricipantes defcientes.

    Resposta
    • 2 de fevereiro de 2011 em 12:51
      Permalink

      Fala, The Best!

      Eu acho que nenhuma dessas aí impediria a pessoa de estar na casa…

      1. Tranquilíssimo. Se a pessoa for bonita, qual o problema? Mara Gabrilli já fez ensaio como Trip Girl e ficou bem legal…
      2. Não sei pq… Depende muito mais da atitude do cadeirante.
      3. Acho que pode ajudar a desmitificar algumas coisas…
      4. O dinheiro gasto seria uma verdadeira merreca em relação ao que é gasto na produção do programa.
      5. O que dá audiência é nego tomando birita na festa, ehehe!

      Abração!

  • 26 de janeiro de 2011 em 10:18
    Permalink

    Não sei! Quem quer que entre e sai desses programinhas chatos, não mudará o formato do programa que é CHATO BACARAIO!
    Esse programa tb tem uma peculiaridade, todos, mas absolutamente todos os participantes se tornam antipatizados pelo público.
    Então provavelmente o BBB cadeirante, seria o ex-BBB-cadeirante-chato do cacete.
    Não deixaria de ser uma boa idéia pra mostrar como teria que ser a casa, portas largas, banheiro adaptado, piscina,academia, tudo adaptadinho como deve ser.
    Mesmo assim, não iria assistir.Não dá!
    Beijos
    Tania
    http://www.zerohora.com/sembarreiras

    Resposta
    • 2 de fevereiro de 2011 em 12:52
      Permalink

      Oi Tania! Tem muita gente que ganha a simpatia do público sim… O maior exemplo disso é o Dourado. Mesmo homofóbico, conseguiu ganhar o BBB e a simpatia de um monte de gente!

      Acho que o resultado pode ser positivo…

      Beijos!

  • 26 de janeiro de 2011 em 22:58
    Permalink

    Confesso que já me inscrevi em promoções da globo que levariam uma pessoa a casa por um dia. Se eu fosse sorteado teriam que me colocar la na marra, nem que seja por um dia. Já um participante paraplégico ou tetra já acho muito complicado até mesmo pelo tempo de confinamento que é longo, acho que não me sentiria bem!

    abraços celestes!

    Resposta
    • 2 de fevereiro de 2011 em 12:54
      Permalink

      Eu acho que quem deve decidir isso é o paraplégico ou o tetra! Só a pessoa pode saber do que ela é ou não capaz… O confinamento realmente deve ser um inferno, mas aposto que tem cadeirante que encararia numa boa!

      Abraços!

  • 27 de janeiro de 2011 em 10:46
    Permalink

    Eu acho que o cadeirante já sofre o sufuciente pelas calçadas cheias de buracos, vagas exclusivas ocupadas de forma irregular, falta de acessos…e ainda querem jogar o cara lá dentro??
    Pô, joga o cadeirante dentro de Bangú I,II ou III, SOFRERÁ MENOS! KKKKK

    Resposta
  • 27 de janeiro de 2011 em 11:19
    Permalink

    Pois então, muita gente já me falo… Jeffe vamo fazer um video seu e enviar para o programa… já penso você lá? ^^
    me vem na cabeça logo eu milionario, mais vem junto oque iriam pensar… coitadinho, nossa a perna dele treme, que complicado pra tomar banho e ir ao banheiro, como que ele vai se vestir? como que ele vai fazer comida e lavar a louça… pensamentos esses de muita gente que não tem conhecimento do que somos capazes.. mais de verdade, um programa de uns 2 meses com varios “loucos” como nós, seria algo pra todos enxergassem oque realmente precisamos e tudo mais, acredito eu que se vissem oque realmente precisamos, todos pensaria(mesmo que no 1 mes de programa, pq depois todo mundo esquece) que realmente tem que adaptar e que somos consumista e aquele bla bla bla que todos nos já sabemos. Um programa de 1 mes e meio ou 2 meses, eu iria, com toda a certeza do mundo, pode ser um programa idiota, fraco, sem conteudo e tudo mais como alguns acham, mais quem não queria ir pra lá pra tentar virar milionario? que seria engraçado um bando de cadeirante bebados e na piscina seria! kkkkk

    abraço a todos!

    Resposta
    • 2 de fevereiro de 2011 em 13:00
      Permalink

      Pois é… Acho que, como vc falou, a exposição pode ser MUITO bem aproveitada ou não. Depende muito de quem vai estar lá dentro. Vão rolar dificuldades? Sim! Mas há jeito pra tudo! Abraços!

  • 27 de janeiro de 2011 em 12:14
    Permalink

    Acho legal ter um cadeirante ou uma no BBB mas isso talvês fosse causar algo de pena nos telespectadores e já viu imagem tosca rsrs…Não curto também tipo Malhação já viu o cadeirante sempre volta a andar rsrs,nossa hiper infantil…Na verdade queria mais nas novelas seriados ver cadeirantes até como figurantes para sempre estar vinculada nossa imagem ,tipo filmes norte americanos de escolas sempre tem um cadeirante na imagem é que a galera não percebe,também comerciais poderiam existir,a mídia só ganharia com os cadeirantes é uma imagem linda mas no BBB é uma incógnita porque pode passar imagem ambígua ,a Luciana da novela tetra como eu chegou proximo a realidade eu curti…….mas no BBB prefiro me abster…..

    Galera me add nno twitter aí : http://www.twitter.com/fernandaoly

    preciso falar uns assuntos que vejo nas ruas…….bjokas…..

    Resposta
    • 2 de fevereiro de 2011 em 13:06
      Permalink

      Oi Fernanda!

      O primeiro personagem cadeirante de malhação foi maneiro pacas! Foi vivido pelo ator que fez o Cazuza no cinema, o Daniel de Oliveira. Ele não voltou a andar, constituiu família… Depois disso sei que rolaram outros cadeirantes, mas não conheço detalhes. Acho que o saldo foi positivo…

      Beijos!

  • 28 de janeiro de 2011 em 02:41
    Permalink

    Sei que estou fugindo do tema proposto, mas nas minhas madrugadas de pesquisa na net, encontrei esse projeto no Rio e achei maravilhoso: http://www.praiaparatodos.com.br/

    Vale a pena conferir!

    Beijo a todos!

    Resposta
    • 2 de fevereiro de 2011 em 13:09
      Permalink

      Sem dúvida, Mônica! O Praia Para Todos é fantástico e eu participo desde o começo. Ontem mesmo falamos sobre ele aqui… Recomendo pra todo mundo!

      Beijos!

  • 28 de janeiro de 2011 em 15:22
    Permalink

    acho BBB terrível, porque prende quem pára na frente da tv!
    mas enfim, existiu (ou existe) uma minissérie que satiriza um reality – só com participantes deficientes! chama(va) Cast Offs. Acho que é britânico. Procurei pra baixar, curiosa como sou, mas não achei. Não lembro se tinha algo no YouTube pra assistir.. mas ACHO que também não achei nada. 🙂

    Resposta
    • 2 de fevereiro de 2011 em 14:27
      Permalink

      Luisa, pesquisa pelo nome da série aqui no blog que vc acha uns vídeos. Já fizemos post sobre o Cast Offs e lá tem os links 😉

      Abraços!

  • 28 de janeiro de 2011 em 15:52
    Permalink

    Nossa, quanta babogera sem nenhum significado.
    O cadeirante não pode fazer isso, o cadeirante é coitado, o cadeirante é digno de pena, o cadeirante não pode com as provas de resistências…ah para um pouco vai?
    Eu sou cadeirante, e não me sintiria uma imprestável, nem uma coitada, tem cadeirante que tem preconceito com ele mesmo, sempre acha obstáculos em tudo oque vê, e ainda assim depois briga pela inclusão social.
    Primeiro veja se vc se acha, depois vc critica ou opina.
    Mas para de dizer que somos coitados, na vida, andante ou cadeirante, nunca é 100% dependente, sempre precisamos de ajuda para alguma coisa.

    Resposta
  • 29 de janeiro de 2011 em 15:43
    Permalink

    Eu acho que seria legal, sim, um cadeirante num bbb. Numa casa realmente acessível, não somente adaptada, o cadeirante viveria em pé de igualdade com todos. Provas de resistência poderiam existir, como uma que teve num bbb inglês (eu acho) onde tinha que ficar com o braço levantado ao som de uma música bem alta.
    Ia trazer um pouco da diversidade que falta naquilo lá, só há playboys e gostosonas, e as diversidads entre eles fica sendo forçada entre briguinhas, provas de comida e puxadinhos…
    Não queria q fosse no intuito de ser politicamente correto nem nada, seria mesmo só uma pessoa interessante de se assistir, com algo pra falar, algum jogo de cintura pra deixar a disputa boa, apenas com o detalhe de ser cadeirante. Aliás, o q falta nesse jogo, independente de ser cadeirante ou não, é alguém realmente interessante.

    Resposta
    • 2 de fevereiro de 2011 em 14:29
      Permalink

      Perfeito, Mila! Acho que depende só da pessoa que vai estar “nos representando” por lá. Beijos!

  • 31 de janeiro de 2011 em 15:01
    Permalink

    Olá pessoal!
    Acompanho sempre o blog e notei que fazem 2 meses mais ou menos que o blog esta bem fraco com poucas postagens.
    Isso quando não demora 2 semans para novas postagens, o que esta acontecendo?

    Resposta
    • 1 de fevereiro de 2011 em 13:05
      Permalink

      Ronaldo, todos os membros do blog trabalham em tempo integral e não ganham um centavo para escrever aqui. Às vezes passamos por fases onde postamos mais ou menos posts e uma das coisas que mais nos incentiva a escrever é justamente o retorno dos leitores através de COMENTÁRIOS. Você, por exemplo, acompanha sempre o blog, mas nunca comentou antes… Só comentou para reclamar. Chato, né? Espero com sinceridade que participe mais!

      Abraços,
      Eduardo

  • 2 de fevereiro de 2011 em 13:22
    Permalink

    Que legal receber respostas de vocês aos meus comentários, obrigada pelo “feedback”!
    Acho que antes do Big Brother a tv poderia mostrar coisas mais interessantes e importantes (não desmerecendo o programa, quem participa dele ou quem gosta de assistir). Gostaria muito de ver as Paraolimpíadas no horário nobre. As pessoas acompanhando e torcendo por nossos atletas como fazemos com as Olimpíadas. Seria mais esclarecedor e não deixaria a imagem de incapaz que povo o imaginário. Mostraria que cada um é capaz de superar obstácuos, basta querer. Eu acompanhei quando pude e me emocionei várias vezes. Fica a dica!

    Beijos!

    Resposta
    • 2 de fevereiro de 2011 em 18:23
      Permalink

      olá Mônica!
      Sempre respondemos todos os comentários do blog, é muito importante para nós mantermos esse canal de comunicação aberto para com os leitores e tornar públicas, nossas opiniões e pensamentos, independente se concordamos ou não.

      Também gostaria muito de ver a transmissão de competições para-olímpicas na tv!

      Beijo,
      Christian

  • 2 de fevereiro de 2011 em 13:35
    Permalink

    Ah… corrigindo meu post aí em cima: “… que o povo IMAGINA”. rsss
    Gostei do comentário da Mila. Interessante o ponto de vista dela. Mas queria lembrá-los que o Big Brother é um programa excludente por natureza. Eles sempre tentam mostrar o “melhor” (na opinião deles, claro!). É sempre o bonitão malhado ou a gostosona com pinta de miss. As gordinhas, velhos, gays ou outros estereótipos que a tv cria servem de tempero, meros coadjuvantes para apimentar a trama que eles criam antecipadamente. Complicado falar sobre isso sem paracer preconceituosa. Mas só acontecendo para que pesássemos os prós e contras.

    Beijos!

    Resposta
  • 2 de fevereiro de 2011 em 22:04
    Permalink

    Eduardo,
    MUITO obrigada pela dica, adorei os links, já conferi todos.
    Beijos!

    Resposta
  • 3 de fevereiro de 2011 em 09:06
    Permalink

    Ola leitores e editores do blog!!
    Sem duvida penso que seria muito bom ter um cadeirante na BBB, pois isso mostraria mais a inclusao social que nossa sociedade precisa. Por enquanto a producao do BBB se preocupa com a inclusao sexual, algo que todo mundo ja respeita e conhece.
    O cadeirante Toscano de Gran Hermano 11 na Espanha e a Chiqui(nanismo) de GH 10 ja mostraram isso. Ela quase ganha o premio e perdeu na final por muito pouco; Toscano mandou muito bem em todo o reality show e so foi eliminado por seu carater “falso”

    Resposta
  • 21 de fevereiro de 2011 em 12:11
    Permalink

    Quando morava em Araraquara, a Globo atravéz da EPTV, mandou um reporter fazer uma matéria comigo, mostrando
    eu dirigindo, eu no onibus especial para cadeirantes eu,
    sugeri ao reporter que enviasse a idéia de um BBB só com
    cadeirantes para o Boninho, pois, só assim mostrariamos a
    nossa superação diante das dificuldades e a Globo mostraria
    uma casa totalmente adaptada.
    Acho que não vingou.
    Poderíamos fazer um grande movimento para que a idéia se
    tornasse realidade.

    Resposta
  • 20 de março de 2011 em 06:16
    Permalink

    Ontem finalmente o primeiro Cadeirante entrou no BBB.
    na mesma hora que eu vi lembrei desse post da Cris.
    Na verdade foi o Hebert Viana dos Paralamas, mas não deixa de ser algo inédito. Abraço!

    Resposta
  • 15 de agosto de 2011 em 16:30
    Permalink

    Eu acho legal sim uma oportunidade única, para mostrar pra essa sociedade as dificuldades e as virtudes de uma pessoa q. possui esse tipo de problema, sou cadeirante devido a um acidente em 2007, sou independente e gostaria de me inscrever, pra ver se acaba esse preconceito ridículo das pessoas que tem uma visão tão fechada quando o assunto é pessoas com limitações

    Resposta
  • 15 de agosto de 2011 em 16:51
    Permalink

    comentário besta desse júnior, e por causa de pessoas como ele q. o mundo é mundo, e por causa de pessoas como ele q. o mundo naum vai deixar de ser mundo, e daí de usar fralda, de passar sonda, de fazer coco fora de hora, todo mundo faz, so q. por um acidente alguns perdem o controle, constrangedor é vc nao ter problema nenhum e fazer nas calças, e daí fez limpa, garanto que nao precisa pedir pra nimguem ir me limpar, e feio é vc beber ate fazer xixi pelas calças, nao é passar uma sonda, por isso é um realit show, num é.

    Resposta
  • 5 de agosto de 2013 em 05:03
    Permalink

    Eu toparia participar do BBB.

    Resposta

Deixe uma resposta

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *