Equipamentos

Cadeira ORacing Cube – Avaliação

26

You are currently browsing comments. If you would like to return to the full story, you can read the full entry here: “Cadeira ORacing Cube – Avaliação”.

Sobre o autor / 

Eduardo Camara

Se não está viajando, está pedalando. Muitas vezes, fazendo as duas coisas ao mesmo tempo.

Artigos relacionados

26 Comentários

  1. Ricardo Amorim segunda-feira, 7 de fevereiro de 2011 em 14:07 -  Responder

    Solda

    O que importa é se as peças unidas estão bem “coladas”. Elas estão com um bom acabamento, formato “escama de peixe”. A diferença no visual em comparação as outras marcas pode estar relacionada ao tipo de processo, se é mais artesanal ou não do que as demais.

    Defeito de fabricação

    Os produtos de demonstração (Demo) geralmente são aqueles que apresentam defeito após a sua produção, detalhes que não comprometem a sua utilização. É melhor deixar o produto como “amostra” que inutilizá-lo.

    fevereiro 13th, 2011 - 11:57
    Eduardo Camara respondeu:

    Oi Ricardo,

    Não questionei a qualidade não, parecem bem feitas quanto à isso. Só a aparência que é ruim… Talvez por ser um processo artesanal, como vc disse!

    No caso do defeito de fabricação, acho uma tremenda falha. Produto com defeito na minha opinião deve ser vendido com desconto, fora que o defeito deve ser relatado ao comprador. Penso que, para fazer propaganda positiva, o melhor mesmo é mandar uma cadeira “tinindo”. É o que as montadoras fazem quando mandam carros para as revistas e jornais avaliarem.

    Abraços!

  2. Hermes de Oliveira da Silva segunda-feira, 7 de fevereiro de 2011 em 19:49 -  Responder

    Esta cadeira vai estar a venda na Reatech?

    fevereiro 13th, 2011 - 11:58
    Eduardo Camara respondeu:

    Creio que não, Hermes… Mas tenta entrar em contato com o representante para ter certeza!

    Abraços!

  3. Breno Nogueira segunda-feira, 7 de fevereiro de 2011 em 20:52 -  Responder

    Eu até achei muito interessante ter mais essa opção de cadeira para os usuário aqui no Brasil, mas quanto ao preço e as características de pouca regulagem considero um ponto negativo que pra mim pesa muito na hora de escolher uma cadeira nova.
    A adorei o sistema de freio, e estou muito interessado em comprar um desses para minha cadeira, mas o site da Ortosport ainda esta incompleto… acho que contato só por telefone mesmo. Outra coisa muito importante para quem está afim de comprar uma cadeira nova é saber qual o prazo de entrega dessa cadeira? Pq caso ela seja importada por encomenda, esse prazo pode ser muito dilatado, as vezes mais de 90 dias e isso e um inconveniente muito ruim as vezes.

    fevereiro 13th, 2011 - 11:59
    Eduardo Camara respondeu:

    Oi Breno,

    Tenta contato por e-mail ou via comunidade do Orkut. O Andrés lê os posts por lá e pode respondê-lo. Ainda bem que vc lembrou sobre o prazo, pois tinha me esquecido totalmente de colocar no post. O prazo prometido pelo representante é de 60 dias. Vou atualizar o post! Abraços!

  4. Maria José terça-feira, 8 de fevereiro de 2011 em 01:32 -  Responder

    Caramba!
    “Vendida a partir de R$ 7, 5 mil reais com o encosto dobrável (sem ele custa R$ 500 a menos), é uma boa opção para quem quer uma cadeira de qualidade melhor do que as nacionais”…

    Ser cadeirante é difícil, se for pobre, fica ainda pior.
    Uma pessoa portadora de deficiência física, ter recursos
    par pagar isso, hoje em dia, é difícil.

    Ainda bem que tem quem possa comprar e compartilhar as
    opções…
    Para quem pode, comprar,
    Para quem não, sonhar.
    Mas eles, os que não podem,
    superam as limitações técnicas,
    a vivem, aos troncos e barrancos,
    nas cadeiras que lhes competem – que podem pagar.
    São verdadeiros heróis.
    Infelizmente, o paradigma do que “é bom custa caro”,
    faz parte do capitalismo.
    Embora eu não concorde.
    Se é bom, é útil, é essencial para melhorar a qualidade de vida
    deveria ser acessível para todos, sem tarifa para classe A, B, C
    já que a necessidade é universal.
    É tipo leite,
    Tipo C, Tipo B, Tipo A
    Agua: Mineral, ou torneiral
    Educação: Pública, privada
    Saúde: Pública, privada.

    Mas, isso é bobeira.
    O que vale é o que se fatura.
    Independente da importância da qualidade.

    fevereiro 13th, 2011 - 12:01
    Eduardo Camara respondeu:

    Oi Maria,

    Os preços são altos mesmo, concordo plenamente com você! Mas no caso desse representante, a margem de lucro dele é pequena em relação aos outros. Essa cadeira custa 2.500 euros na europa. Faz as contas…

    Para os preços baixarem, falta o governo acabar com o último imposto (imposto de importação) e também agilizar a burocracia para as importações. Acho que só assim os fabricantes nacionais vão se coçar para oferecer produtos melhores e mais baratos…

    Abraços!

  5. Luisa quarta-feira, 9 de fevereiro de 2011 em 04:15 -  Responder

    Bom vai ser o dia em que “acessibilidade” englobar a construção de rampas, elevadores, calçadas, mesas… e cadeiras mais baratas.

    fevereiro 13th, 2011 - 12:01
    Eduardo Camara respondeu:

    Bom nada… Ótimo! :)

  6. Mônica Brandão quinta-feira, 10 de fevereiro de 2011 em 17:36 -  Responder

    E quanto à manutenção de uma Tilite RX? Tem muita manutenção ou pouca? A Tilite é um tanto o quanto difícil de negociar com ela, pois (no meu caso) o revendedor no Brasil quer praticamente tudo à vista. A pergunta que não quer calar é: – Alguém do blog já comprou uma cadeira de rodas da “Mobility Brasil”? E se comprou, posso confiar no vendedor? Desde já agradeço a atenção dispensada, esperando uma resposta positiva. Muito obrigada, Mônica.

    fevereiro 13th, 2011 - 12:02
    Eduardo Camara respondeu:

    TiLite normalmente dá muito pouca manutenção. Não compramos cadeira da Mobility e, como Mobility = Tokleve, temos um certo receio da empresa.

    Abraços!

  7. Mônica Figueiredo Brandão domingo, 13 de fevereiro de 2011 em 14:27 -  Responder

    Eduardo,

    O meu receio era justamente esse da MOBILITY BRASIL ser a antiga TOKLEVE, como já fiz o depósito inicial de R$1.100,00 na conta da empresa, resta só rezar para a cadeira chegar como eu escolhi. Muito obrigada pela informação,

    Mônica.

  8. Mônica Figueiredo Brandão domingo, 13 de fevereiro de 2011 em 14:30 -  Responder

    Eduardo,

    Mas o único representante no Brasil da Tilite é a Mobility ou não? Abraços,

    Mônica. :)

    Post Scriptum: Inclusive, o modelo da minha é o Tx e não Rx como havia dito, antes…

    fevereiro 21st, 2011 - 14:44
    Eduardo Camara respondeu:

    É o único representante sim…

  9. Fábio segunda-feira, 21 de fevereiro de 2011 em 13:25 -  Responder

    Olá, parabéns pelo Post, imparcial como sempre. Aproveito para perguntar sobre cadeira para tênis. Já joguei no passado (andante) e estou bastante motivado a praticá-lo novamente porém, preciso de umas dicas sobre qual cadeira seria o melhor custo benefício para o iniciante……….caso tu não saiba, se tiveres algum contato que seja acessível para “trocar uma idéia”…..

    fevereiro 21st, 2011 - 14:45
    Eduardo Camara respondeu:

    Valeu, Fábio!

    As cadeiras nacionais são meia bomba. Se puder, compra logo uma Quickie ou Top End, que são boas cadeiras. Eu estou sem contato com jogadores de tênis em cadeira de rodas, mas tenta acessar a comunidade “esporte adaptado” do Orkut que vc deve encontrar alguém por lá. Abraços!

  10. Mônica Brandão segunda-feira, 21 de fevereiro de 2011 em 17:12 -  Responder

    Eduardo,

    Muito obrigada pela resposta. Abraços,

    Mônica. :-)

  11. sergio castro terça-feira, 22 de fevereiro de 2011 em 16:53 -  Responder

    Parabens. O Brasil a cada dia utiliza cadeiras de alto gabarito como na Europa e Estados Unidos.Olha aí, na observação dos leitores, discriminação à deficiência… de uma solda com 0,5 cm. Isso é que é se interessar pela qualidade do produto. Nao faz a manor diferença.

  12. Julio Pecly quinta-feira, 24 de fevereiro de 2011 em 22:20 -  Responder

    Sinceramente as vezes eu fico de queixo caido, gente uma cadeira de rodas não pode custar esse dinheiro todo, isso é um acinte a minha inteligencia e voces ainda ficamvendo se isso é bom ou aquilo ou aquela peça. Por esse preço nada Pode ser bom, inviabiliza tudo. Vao falar que são muitos impostos, isso aquilo, entao vamos sempre falar que o governo tem que zerar os impostos. Cocaina entra no brasil e nenhum imposto é cobrado. e da cadeira de roda esse preço vergonhoso. quando comentarem cadeiras de rodas comecem pelo preço, digam que nao pra todos, por favor.

    fevereiro 26th, 2011 - 11:11
    Eduardo Camara respondeu:

    Julio, internamente não tem impostos. A gente até fez post sobre isso e também acho os preços aqui absurdos. Só pra vc ter uma idéia, nos EUA as cadeiras custam 2 mil dólares (R$ 3,4 mil) e o povo já acha cara, só que é um produto de alta qualidade. Aqui a cadeira nacional vagabunda custa o mesmo que a boa por lá. Tb sou a favor de zerarem os impostos de importação, até pq cadeira de rodas não é supérfluo.

  13. Mônica sexta-feira, 25 de fevereiro de 2011 em 19:42 -  Responder

    Gente,

    Após o desprazer de ter negociado com o Bruno da Mobility, ele me ressarciu o dinheiro. Desde o ano passado, estou comprando essa cadeira de rodas na mão dele (que diga-se de passagem é o único representantre no Brasil). Configurei a minha cadeira todinha, já que iria comprar queria uma “bem alegre”. Então, escolhi a tapeçaria lilás, as rodas “spinergy”, infláveis de 24″, frog legs. Enfim, fiz o depósito de (pasmem) R$1100,00 para a cadeira chegar com tudo diferente. Pra quê aquela palhaçada toda de configurar a cadeira??? Fiquei ansiosa esses meses todos esperando a minha cadeira chegar (já que não tenho como viajar e não tenho ninguém para buscar pra mim, também; diga-se de passagem!). Vou escrever uma “letter of complaint” para a Tilite relatando tudo o que me aconteceu. Queria “vender gato por lebre”, mas ele espera para ver o dele vai vir e… em breve, garanto para vocês!!! Sente o drama: não foi somente a tapeçaria que veio errado não (queria me vender com a tapeçaria que veio, para DEPOIS me mandar a tapeçaria lilás – como havia encomendado), veio sem as PROMETIDAS “frog legs”, com aquele pneu maciço (sendo que foi acrescentado na minha compra R$2000,00, só por conta das rodas “spinergy” infláveis), e… quando chega essa decepção!!! Como é que eu faço para postar as fotos da minha ex-cadeira para que vocês vejam? Ternos abraços,

    Mônica.

    fevereiro 26th, 2011 - 11:08
    Eduardo Camara respondeu:

    Mônica vc pagou mil e cem reais ou onze mil reais antecipados? Manda as fotos por e-mail! abraços!

  14. Mônica sábado, 26 de fevereiro de 2011 em 22:38 -  Responder

    Eduardo,

    Eu só paguei os R$1.100,00 de depósito, quando comecei a estranhar a transação… Não paguei nem mais um centavo, estava disposta a pagar os R$11000,00 na cadeira, SIMPLESMENTE porque eu não tenho essa facilidade que vocês tem de viajar ou mesmo conheço alguém que faça para mim de boa vontade. Só pra você ver, a minha tia, que é minha tia, vive viajando para os E.U.A pedi para que ela trouxesse pra mim uma “snow ball”, é claro que com pagamento adiantado e ela deu uma desculpa… Assim, fica difícil. Vou mandar toda a minha transação comercial com ele (Bruno), que começou no ano passado e foi me dar essa “dor de cabeça” nesse ano, pode ser? Abraços,

    Mônica :-)

  15. Alex pessoa segunda-feira, 11 de abril de 2011 em 00:56 -  Responder

    mais é muinto carro!

Deixe um comentário

Seu endereço de email não será publicado. Os campos obrigatórios estão indicados com *

Connect with Facebook

Publicidade

Facebook