Arquitetura e Urbanismo, Opinião e cotidiano, Transporte

Vagas reservadas: o cartão é obrigatório

1

Há pouco mais de um mês escrevi um post aqui no blog sobre a correta utilização das vagas de estacionamento reservadas para deficientes físicos. Se você não leu, clique aqui para ver o post.

O texto chamava a atenção de que muitos deficientes (motoristas e passageiros) não conheciam ou simplesmente não se davam ao trabalho de fazer a sua obrigação para utilização das vagas, sinalizando o veículo com adesivos e utilizando o cartão de estacionamento emitido pela prefeitura.

Pois bem. Vários comentários foram colocados sobre a fiscalização e multa para quem utilizava as vagas de rua sem o cartão. Porém, apesar de estar previsto em lei, até o momento ninguém nunca tinha visto qualquer fiscalização dentro de estacionamentos particulares como mercados e shoppings na cidade do Rio de Janeiro.

Hoje, procurando uma notícia no site da Prefeitura do RJ, encontrei um artigo (clique aqui para ler) com uma notícia muito boa: a partir de agora, o uso das vagas reservadas dentro dos shopping centers também será fiscalizado. No começo será uma ação educativa, partindo depois para ações de penalização (multa).

Por um lado, todos os deficientes terão que ter o trabalho de manter seus cartões atualizados, mas a vantagem será enorme: com o tempo, os espertinhos que se utilizam indevidamente dessas vagas saberão que podem ser multados e não colocarão mais seu carro ali. Com as vagas sendo usadas por quem realmente precisa, haverá mais vagas disponíveis. Assim, um deficiente não precisará correr riscos no trajeto pela rua porque teve que parar seu carro na PQP, ou então de não conseguir abrir a porta do carro para montar sua cadeira. Lembrando que vagas para deficientes são diferentes das vagas para idosos e requerem autorizações diferentes, então cuidado para não estacionar no lugar errado.

Se você mora no Rio e ainda não fez o seu cartão de estacionamento, no site da prefeitura há todas as instruções para obtê-lo. Se você mora em outra cidade, essa pode ser uma boa oportunidade para alertar as autoridades a seguirem o mesmo exemplo. Faça a sua parte.

 

Sobre o autor / 

Nickolas Marcon

Artigos relacionados

1 Comentário

  1. Luziana quinta-feira, 20 de agosto de 2015 em 02:18 -  Responder

    Se candidate a presidente que votaremos em você. Mas vamos lembrá-lo de sua promessa todos os dias, vai que tu esquece. 😀

Deixe um comentário

Seu endereço de email não será publicado. Os campos obrigatórios estão indicados com *

Connect with Facebook

Publicidade

Facebook